F-Truck: treinos de sexta mostram briga acirrada pelo título

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014



A sexta-feira foi agitada no Autódromo de Goiânia por conta das muitas variações a que os equipamentos foram submetidos durante o primeiro dia de treinos para a última etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O primeiro treino foi disputado sob forte calor e teve até bandeira vermelha por conta de óleo na pista que ocasionou um acidente. Já o treino da tarde aconteceu após uma forte chuva, com pista molhada e temperatura mais amena.
 
Por conta destas mudanças, alguns pilotos optaram por não andar no segundo treino. Foi o caso do mato-grossense Raijan Mascarello, que fez o tempo de 1min48s370 no treino da manhã.
 
"Senti que o caminhão estava bom, teve um bom rendimento nas poucas voltas que demos,e não tem porque ficar arriscando em um treino com pista molhada. Acho que poderemos fazer melhor no treino classificatório, que é o que importa", avaliou.
 
Raijan apontou vários pontos que podem ter influenciado nesta melhora. Primeiro, o trabalho da DF Racing Fans nos novos ajustes de motor,que deixaram o caminhão sem fumaça. Um novo filtro de óleo também ajudou na propulsão. Do ponto de vista do piloto, a instalação de um redutor no volante diminuiu bastante o desgaste e facilitou a condução do caminhão.
"Sem dúvida ficou muito mais fácil. Com menor movimentação de braço é possível concentrar mais na tocada", afirmou o piloto que leva as marcas das Concessionárias Maxxicase, Hamakk, Case IH, Ferticel Adubos e Fazendas Comil.
 
Decisão
Quanto a decisão do título entre Leandro Totti e Felipe Giaffone, a briga promete ser intensa. Eles se revezaram na liderança do primeiro tempo, que terminou com Leandro Totti fazendo o melhor tempo do dia, com 1min46s137.
O segundo treino, disputado com pista molhada foi usado por alguns pilotos apenas para realizar alguns testes, porém, com tempos bastante inferiores aos do período da manhã.
 
Os melhores tempos da sexta-feira
1º)  73 - Leandro Totti  (Volkswagen, PR), 1:46.137, média de 130.1 Kmh.
 2º)   4 - Felipe Giaffone  (MAN, SP), 1:46.268
 3º)   6 - Wellington Cirino  (Mercedes, PR), 1:46.426
 4º)   3 - Geraldo Piquet  (Mercedes, DF), 1:46.494
 5º)  55 - Paulo Salustiano  (Mercedes, SP), 1:46.684
 6º)  85 - Danilo Dirani  (Scania, SP), 1:47.168
 7º)   2 - Valmir Benavides  (Iveco, SP), 1:47.185
 8º)   1 - Beto Monteiro  (Iveco, PE), 1:47.187
 9º)  15 - Roberval Andrade  (Scania, SP), 1:47.666
10º)  77 - André Marques  (Volkswagen, SP), 1:47.722
11º)   8 - Adalberto Jardim  (Volkswagen, SP), 1:48.006
12º)  14 - João Maistro  (Volvo, PR), 1:48.100
13º)  71 - Raijan Mascarello  (Ford, MT), 1:48.370
14º)  10 - Jansen Bueno  (Scania, PR), 1:48.493
15º)  80 - Diogo Pachenki  (Volvo, PR), 1:48.599
16º)  35 - David Muffato  (Ford, PR), 1:48.743
17º)   7 - Debora Rodrigues  (Volkswagen, SP), 1:48.932
18º)  51 - Leandro Reis  (Ford, GO), 1:49.405
19º)  30 - Rogerio Castro  (Mercedes, GO), 1:49.879
20º)  17 - Gustavo Magnabosco  (Volvo, PR), 1:49.985
21º)  99 - Luiz Lopes  (Iveco, SP), 1:50.625
22º)  25 - Jaidson Zini  (Iveco, PR), 1:50.769
23º)  20 - Pedro Muffato  (Scania, PR), 1:51.228
24º)  90 - Marcello Cesquim  (Mercedes, PR), 1:53.478
25º)  72 - Djalma Fogaça  (Ford, SP), 2:03.225
26º)  12 - Zé Maria Reis (Ford, GO), 2:29.751

Melhor Volta: Leandro Totti, 1:46.137 (130.1 km/h)

Posts Relacionados