Hugo Boss deixa McLaren rumo à Mercedes

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Marca e escuderia comemoraram em grande os 30 anos de parceria, em Milão, a 7 de setembro de 2011
 
A marca alemã Hugo Boss passará a ser parceira da Mercedes a partir de 2015, colocando ponto final à ligação à McLaren, uma das mais antigas na F1.

A separação não constitui surpresa, atendendo a que a McLaren vai correr com motores Honda na próxima temporada - a escuderia de Woking tinha até feito notar que seria inapropriado continuar a pareceria, tendo a Hugo Boss uma relação tão estreita com o construtor alemão em diversas áreas.

Todavia, a Hugo Boss estava com a McLaren desde 1981, ano em que Ron Dennis assumiu o controlo da escuderia, dando início a um período áureo, nos quais se contam sete dos oitos títulos de Construtores conquistados - 10 dos 12 em pilotos.

Posts Relacionados