Rosberg vai enfrentar sérias consequências da Mercedes

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

 
Nico Rosberg vai enfrentar sérias consequências devido ao acidente com o colega Lewis Hamilton no GP da Bélgica de Fórmula 1, apesar de não ter agido de forma deliberada, afirmou esta segunda-feira o diretor da equipe Mercedes.

Depois de uma reunião na qual foi analisado o acidente de domingo entre os dois pilotos da Mercedes, Toto Wolf, explicou que o alemão, que foi vaiado no pódio, não teve intenção de provocar o acidente que provocou o rebentamento do pneu de Lewis Hamilton, na segunda volta.

Toto Wolf não entrou em detalhes, mas afirmou que a equipe vai reintroduzir regras claras que permitam evitar acidentes entre os pilotos "Temos de nos certificar de que uma situação semelhante não volta a acontecer. Não faz sentido colidirem um com o outro", afirmou.

O diretor da escuderia alemã, que já no domingo tinha saído em defesa de Nico Rosberg, voltou a considerar que as declarações do piloto tinham sido mal interpretadas.

Segundo Lewis Hamilton, que abandonou a prova a quatro voltas do fim, Rosberg  - segundo classificado em Spa-Francorchamps -- terá dito que agiu de forma propositada quando lhe tocou no carro.

Na segunda volta, numa altura em que Hamilton seguia na frente, Rosberg tentou ultrapassar o britânico, não evitando o contacto entre os dois monolugares. O toque provocou o rebentamento de um dos pneus do carro do britânico e danificou a asa dianteira do monolugar de Rosberg.

Na cerimónia do pódio, o líder do Mundial de pilotos foi vaiado pela atitude que mereceu críticas de vários responsáveis da Mercedes. Nico Rosberg, que terminou no segundo lugar atrás do australiano Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault), aumentou para 29 a vantagem sobre o Lewis Hamilton na liderança do Mundial de pilotos. 

Posts Relacionados