Moto 1000: Victor Moura volta ao grid na quarta etapa em Cascavel

quarta-feira, 13 de agosto de 2014


O GP Cascavel, quarta etapa do Moto 1000 GP, vai marcar no dia 31 de agosto a volta de Victor Moura às pistas de competição. O piloto de Curitiba vai alinhar a BMW S1000RR número 25 no grid da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. A prova no Autódromo Zilmar Beux vai encerrar a primeira metade da temporada, em programação que também prevê corridas nas categorias GP 600, GP Light e GPR 250.

Moura, de 23 anos, vai defender a M2B Racing, liderada pelo chefe de equipe Marcelo Anastácio que já conta com os paulistas Sérgio Laurentys, na GP 600, e Danilo Andric, também na GP 1000. “Estou ansioso para voltar. Faz mais de um ano que parei por causa de um acidente e a recuperação não foi fácil, mas chegou a hora”, manifesta o piloto, que estreou na motovelocidade em 2009 conquistando o título paranaense das 1.000 cilindradas.

O acidente que afastou Victor Moura das pistas aconteceu no primeiro semestre de 2013, na pista de Curitiba. “Tive uma fratura do osso escafoide. A primeira cirurgia acabou dando errado, tive que passar por uma segunda, que também teve complicações. Na terceira, que aconteceu em janeiro deste ano, é que a recuperação começou, de verdade. Desde então fiz muita fisioterapia e muito exercício em academia para recuperar o preparo físico”, conta.

As metas de Moura para seu retorno às pistas são modestas. “O grande objetivo é eu me recuperar e voltar à melhor forma possível para correr no ano que vem. Estou bem, tenho liberação médica e quero voltar. Se perceber que dói, desisto, mas não acho que isso vá acontecer. Vou fazer o possível para não ter que desistir. Além disso, tenho muitos familiares em Cascavel, uma boa torcida, é um bom lugar para o retorno ao Moto 1000 GP”, define.

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas. A Auto Service Logística é a transportadora oficial do evento, que conta também com o apoio de Suzuki, Beta Ferramentas, HPN, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.

Posts Relacionados