Moto 1000 GP: campeões brasileiros premiados pela CBM em Campo Grande

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014


A Confederação Brasileira de Motociclismo promoveu no último domingo (9) em Campo Grande (MS), cidade onde tem sua sede, a festa de premiação aos pilotos que conquistaram títulos brasileiros em todas as suas modalidades em 2013. A solenidade, seguida de confraternização, reuniu os competidores no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. Os campeões do Moto 1000 GP receberam os troféus referentes a seus títulos.

O Moto 1000 GP foi homologado no início de 2013 como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade pela CBM. Os campeões foram os gaúchos Pedro Sampaio, na categoria-escola GPR 250, e Rafael Bertagnolli, na GP 600; os paulistas Sidnei Scigliano, na GP Máster, e Renato Andreghetto, na GP Light; e o argentino Luciano Ribodino, na GP 1000, a categoria principal. Ribodino, na solenidade, foi representado por Alex Barros, seu chefe de equipe.

Na solenidade em que premiou os campeões brasileiros de Enduro de Regularidade, Enduro FIM, Cross Country, Rally Baja, Rally Cross Country, Velocross, Supermoto, Motovelocidade e Motocross, a Confederação Brasileira também agraciou Barros com a Comenda Carlão Coachman, instituída para reverenciar desportistas que prestaram serviços relevantes ao desenvolvimento das diversas modalidades do motociclismo no Brasil.

Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece pneus às equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, Shoei, Tutto Moto, LeoVince, HPN, Denko, Airfence Brasil e Peterlongo.

Posts Relacionados