Jonathan Neale: "McLaren terá o maior orçamento da sua história"

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

 
O facto da McLaren fazer a apresentação do novo carro a 24 de janeiro sem o nome e as cores de um patrocinador principal desencadeou de imediato uma série de rumores em torno da saúde financeira do grupo sediado em Woking (Grã-Bretanha).

O regresso de Ron Dennis ao cargo de presidente executivo, que deixou no final de 2012, não veio colocar ponto final na especulação, pelo que as afirmações de Jonathan Neale publicadas esta quarta-feira pelo site "Pitpass", nas quais o diretor geral assegura que 2014 será a temporada com maior orçamento da história, têm de ser enquadradas numa política que visa sossegar fãs e agentes em torno da competição. 

"Não vamos revelar o nome do novo patrocinador principal no dia da apresentação do MP4-29, mas o nosso grupo de patrocinadores continua a ser a inveja do 'pitlane'", disse Neal. Recorde-se que a escuderia afirmou que o sucessor da Vodafone seria divulgado antes do final de 2013, depois de uma temporada que foi desastrosa.

"Mas, mais importante, o McLaren Group é uma empresa privada e não uma sociedade anónima. Como tal, da mesma forma que em anos anteriores, nos quais conseguimos dezenas de milhões de libras de lucro, não temos acionistas a exigir que essas metas sejam atingidas todos os anos, como sucede nessas outras organizações", esclareceu, vincando ainda mais as diferenças para outras escuderias:

"Na verdade, os nossos acionistas não recebem dividendos - em vez disso estão motivados pelo desejo de tornar o McLaren Group numa ainda maior potência da inovação tecnológica, algo que já é hoje em dia."

"Assim, tendo tudo isto em mente, tenho o prazer de dizer que a McLaren terá à disposição em 2014 um orçamento que é o maior de sempre na sua história. Estamos em boa forma", encerrou o diretor geral da escuderia de Woking.

Posts Relacionados