FIA embolsa 11 milhões de euros com inscrições das equipes

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

A FIA prepara-se uma vez mais para encaixar quase 15 milhões de dólares (mais de 10,9 milhões de euros) com as inscrições das equipes de F1 para 2014.

Para a próxima temporada, o valor fixo a pagar é de 508 mil dólares, ao qual se somam 5080 dólares por cada ponto conquistado no ano anterior - a campeã de Construtores em título, Red Bull-Renault, paga 1080 dólares extra por ponto.

Assim, começando pela escuderia de Milton Keynes, que conquistou também o título de Pilotos, com Sebastian Vettel, e terminou com 596 pontos, a conta fica logo nos 4,13 milhões de dólares (3,01 milhões de euros).

Na classificação seguem-se Mercedes, que pagará 1,70 milhões de euros para se inscrever, correspondentes aos 360 pontos de 2013, e Ferrari, que completa o pódio, entregando 1,68 milhões de euros (354 pontos).

Lotus Renault (1,54 milhões de euros, pelos 315 pontos), McLaren-Mercedes (823,912 euros, por 122 pontos), Force India-Mercedes (656,893 euros, 77 pontos), Sauber-Ferrari (582,770 euros, 57 pontos), Toro Rosso-Ferrari (493,718 euros, 33 pontos) e Williams-Renault (389,822 euros, 5 pontos) completa a lista das equipas que conseguiram pontos em 2013.

Marussia-Cosworth e Caterham-Renault, as duas últimas de 2013, que terminaram a temporada sem terem conquistado qualquer ponto, pagam o valor fixo, ou seja, 371,116 euros cada uma.

Posts Relacionados