Médicos não garantem recuperação de Schumacher

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Michael Schumacher continua em estado muito crítico. O departamento médico do Hospital de emitiu esta segunda-feira uma comunicado que confirma lesões cerebrais graves no maior campeão da história da Fórmula 1.

"O Michael foi vítima de um trauma muito grave. Foi transportado de forma rápido e fizemos a cirurgia assim que possível. Esta deu-nos informações importantes e confirmou que ele tem, infelizmente, várias lesões cerebrais graves", afirmou Jean-Francois Payen, que tem acompanhado o piloto alemão.

Os médicos não garantem a recuperação de Schumacher: "Ele continua em coma e não sabemos quando poderá sair. Tudo o que podia ser feito já foi feito. Podemos afirmar que ele está a lutar pela sua vida, pois a situação é muito séria".

O neurocirurgião Gerard Saillant, amigo pessoal de Schumacher, viajou, entretanto, de Paris para Grenoble, onde já se encontra, a acompanhar diretamente o processo.

Posts Relacionados