Moto 1000 GP: Andreghetto conquista título da GP Light em vitória de Castro

segunda-feira, 18 de novembro de 2013


Com a vantagem alcançada ao longo da temporada por ter vencido cinco das seis etapas até a corrida deste domingo (17), no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS), Renato Andreghetto precisou apenas do quarto lugar para definir a seu favor o título de campeão de 2013 na GP Light, categoria que prepara os pilotos para a competição principal do Moto 1000 GP. 

Com o total de 169 pontos, o piloto da Petronas Eurobike SBK Team não pode ser mais alcançado por André Paiato, da Alex Barros Racing, que com o segundo lugar na prova sul-mato-grossense, chegou aos 143 pontos e ficou na vice-liderança, considerando o total de pontos sem descartar o pior resultado. 

A prova foi interrompida ainda na primeira volta, após a queda de Victor Braga, da GP Máster, que compete no mesmo grid, mas com pontuação separada. O grid foi refeito e dada nova largada. Andreghetto largou na terceira colocação e chegou a tomar a liderança de Henrique Castro, da BSB Motor Racing, o pole-position, mas não conseguiu manter a ponta. Perdeu posições pelo próprio Castro, vencedor da etapa, Paiato, o segundo, e Davi Costa, piloto da JC Racing Team, que fechou a lista dos três primeiros.

?Foi um fim de semana difícil na regulagem da moto. Mas no fim, percebi que poderia vencer. Mantive o ritmo e deu tudo certo?, explicou Henrique Castro. André Paiato, segundo no pódio e já confirmado como o vice-campeão da temporada na GP Light, também falou da corrida. ?A meta era não cair, depois das quedas que tive na sexta-feira e sábado. Mas acho que venceu o melhor e estou satisfeito com essa corrida?. Para Davi Costa, terceiro lugar, o fim de semana também foi complicado. ?Tivemos problemas no acerto da moto e isso contou muito. Valorizo a posição de chegada, por chegar ao pódio e por isso também não forcei?, finalizou. Já Andreghetto correu pensando no campeonato. ?Fiz o suficiente para chegar bem. Vi que não tinha condições de pódio, então resolvi não forçar demais?, definiu.

GP MÁSTER

Pela GP Máster, categoria integrante do grid da GP Light, Sidnei Scigliano conquistou o primeiro lugar. O piloto da Motrix Scigliano Racing foi seguido por Levy Lopes e Egon Kothy, companheiros de equipe na GP Rio. A última corrida do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade acontecerá em Cascavel (PR), no Autódromo Internacional Zilmar Beux, no dia primeiro de dezembro.

Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece seus pneus de competição a todas as equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN, Denko, Airfence Brasil e Peterlongo.

Resultado extra oficial da GP Light realizada no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS), válida pela sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade: 

1°) Henrique Castro (DF/BSB Motor Racing), Kawasaki, 14 voltas em 22min10s725
2°) André Paiato (SP/Alex Barros Racing), BMW, à 3.535
3°) Davi Costa (SP/JC Racing team), Kawasaki, à 5.085
4°) Renato Andreghetto (SP/Petronas Eurobike SBK Team), BMW, à 24.821
5°) Fabinho Adas (SP/Paulinho Suberbikes), BMW, à 28.978
6°) Paulinho Camba (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, à 44.841
7°) Alen Modesto (BA/Aclat Racing), Kawasaki, à 45.288
8°) André Escomparim (SP/Motonil Motors), Kawasaki, à 45.838
9°) Waguinho Duarte (CE/Alex Barros Racing), BMW, à 1:02.711
10°) Pedro Barata (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, à 1:03.346
11°) Leonardo Moreno (SP/Paulinho Suberbikes), BMW, à 1:22.974
12°) Carlos Barcelos (RS/Carlos Barcelos), Kawasaki, à 1:34.983
13°) Leo Oliveira (PR/Grinjets Sbk Racing), Kawasaki, a 1 volta
14°) Fernando Santos (NA/Aclat Racing), Kawasaki, a 1 volta
15°) Rodrigo Araujo do Vale (RJ/GP Rio), Suzuki, a 1 volta
16°) Edson Luiz (SC/Mamute Racing), BMW, a 1 volta
17°) Sérgio Prates (SP/JC Racing team), Kawasaki, a 1 volta
Melhor volta: André Paiato, na 13ª volta, 1min32s943 com média de 132,972 km/h

Classificação do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade após sete etapas da GP Light: 

1°) Renato Andreghetto, 169 pontos; 2°) André Paiato, 143; 3°) Henrique Castro, 91; 4°) Davi Costa, 72; 5°) Paulinho Kamba, 57; 6°) Fabinho Adas, 51; 7°) Flávio Sukar, 50; 8°) Marcelo Cortes, 38; 9°) Eliando Simonini, 38; 10°) Gustavo Herrera, 26; 11°) Elder Cabreira, 22; 12°) Rafa Nunes, 22; 13°) Ricardo Levy, 20; 14°) Michel Velludo, 18; 15°) André Escomparim, 17

Resultado extra oficial da GP Máster realizada no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS), válida pela sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade: 

1°) Sidnei Scigliano (SP/Motrix Scigliano Racing), Kawasaki, 14 voltas em 23min21s829
2°) Levy Lopes (RJ/GP Rio), Kawasaki, a 1 volta
3°) Egon Kothy (RJ/GP Rio), Kawasaki, a 1 volta
Melhor volta: Sidnei Scigliano, na 10ª volta, 1min37s343 com média de 126,961 km/h

Classificação do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade após sete etapas da GP Máster: 

1°) Sidnei Scigliano, 133 pontos; 2°) Victor Braga, 114; 3°) Egon Kothy, 87; 4°) Alberto Braga, 78; 5°) Othon Russo, 77; 6°) Levy Lopes, 66; 7°) Guilherme Emmer, 28; 8°) Rogerio Gentil, 27; 9°) Nelson Gonçalves, 22; 10°) Elson Tenebra, 10; 11°) Diaz Larroverse, 10.

Posts Relacionados