Lotus tentou regresso de Michael Schumacher

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A Lotus tentou há alguns dias convencer o alemão Michael Schumacher a deixar a "aposentadoria", para aos 44 anos voltar a pilotar um carro de Fórmula 1, pelo menos para os derradeiros dois Grande Prémios da temporada, em Austin e no Brasil.

Schumi iria ocupar a vaga de Kimi Raikkonen, que falhará as duas provas em face de uma operação às costas. No entanto, a abordagem feita pela Lotus, via agente do piloto, não teve o resultado esperado. "Já tivemos abordagens no passado. O Michael continua em forma, mas tem uma nova vida", frisou Sabine Kehm, ao "Bild".

Michael Schumacher, de 44 anos, recusou assim uma terceira vida na F1, depois de períodos entre 1991 e 2006 e 2010 e 2012.

Posts Relacionados