Stock Car: Brasília acompanha definição dos que decidem título

quinta-feira, 31 de outubro de 2013



A etapa de Brasília, a segunda nesta temporada na Capital Federal e a penúltima de 2013, a ser disputada no domingo, dia 10 de novembro, define se todos os sete pilotos garantidos até agora chegam a Interlagos brigando pelo título do Circuito Nova Schin Stock Car. Matematicamente é impossível que outro, além desse grupo, consiga pontuar e se colocar em condições de lutar pela conquista da mais importante e tradicional categoria do automobilismo brasileiro. 

No entanto, correr atrás da vitória e de importantes pontos, com certeza faz parte do plano de todos, como de Átila Abreu, o recordista de poles na temporada com três largadas em primeiro lugar e vencedor da última etapa em Curitiba. Estão diretamente na disputa do título, o líder Daniel Serra, que tem 172 pontos, o segundo colocado Thiago Camilo, com 161, o pentacampeão Cacá Bueno e Ricardo Maurício, ambos com 160, Valdeno Brito (120), Max Wilson (117) e Marcos Gomes (102). 

Até o final da temporada, dia 15 de dezembro na Corrida do Milhão, em Interlagos, estarão em disputa 72 pontos. Em Brasília serão 24 pela vitória, enquanto que no templo do automobilismo brasileiro a pontuação será dobrada: 48 pontos. Com esse total de 72 em jogo, Marcos Gomes, que venceu duas vezes em 2013, ambas em Cascavel, pode chegar a 174 e se sagrar campeão caso, por exemplo, entre outros resultados, o líder Daniel Serra não marque um máximo de dois pontos. Difícil, mas matematicamente possível. 

Dos sete na disputa do título, somente Max Wilson, campeão de 2010, e Valdeno Brito, primeiro ganhador da Corrida do Milhão, ainda não venceram nesta temporada. Serrinha conquistou três primeiros lugares (primeira corrida em Curitiba, Tarumã e Velopark), Thiago venceu nas ruas de Ribeirão Preto, Cacá ganhou em Interlagos e na primeira de Brasília e Ricardinho acabou na frente em Salvador.

Por ser realizada no anel externo, a décima primeira etapa da temporada coloca vários outros pilotos na disputa pela vitória, que pode ser de fundamental importância para um dos que se colocaram em condições de brigar pelo título. 

Na Corrida do Milhão a tensão aumenta, pois além da vitória e da disputa pelo título estará em jogo o maior prêmio do esporte brasileiro: R$ 1 milhão ao vencedor. Entre os que se mantêm como possíveis campeão estão os três que venceram a esperada e lucrativa etapa. O maior ganhador dessa prova é o bicampeão Thiago Camilo, que levou a bolada em 2011 e 2012, enquanto Ricardo Maurício conquistou em 2010. Valdeno Brito foi o primeiro vencedor, em 2008.

Posts Relacionados