Helio Castroneves: “Lutamos até o fim e que venha 2014!”

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Numa das etapas mais agitadas do ano, na qual o brasileiro Helio Castroneves era o único competidor em condições de derrotar Scott Dixon, o neozelandês da Chip Ganassi Racing ratificou a liderança do campeonato conquistada em Houston e se sagrou campeão da temporada 2013 do IZOD IndyCar Series, na noite de ontem, no Auto Club Speedway, em Fontana. Durante as 250 voltas da corrida pelo oval de duas milhas, o piloto do Team Penske AAA Insurance Chevrolet liderou 27 delas e esteve por diversas vezes à frente da pontuação provisória. Ao final de 3h13min42s8699 de prova, Castroneves chegou em 5º e somou mais 29 pontos, ficando com o vice-campeonato.

Em sua 14ª temporada no Team Penske (e 16ª na Indy), o três vezes vencedor da Indy 500 cumpriu uma jornada muito consistente em 2013. Liderou o campeonato após 14 das 19 provas do calendário e obteve nada menos do que 16 posições entre os dez primeiros, incluindo a vitória no Texas e os pódios em St. Petersburg, Alabama, Milwaukee e Toronto (corrida 2). Mas a regularidade foi interrompida abruptamente no penúltimo evento do ano, quando abandonou as duas corridas da rodada dupla de Houston pelo mesmo motivo: quebra de câmbio.

Essa reviravolta fez com que ele perdesse uma vantagem de 49 pontos para encarar uma desvantagem de 25. Porém, isso em nada intimidou o recordista de vitórias brasileiras na categoria, apesar das dificuldades que se acumulavam. No Qualifying, obteve o 2º melhor tempo, mas largou em 12ª (punido com a perda de dez posições), após a decisão da equipe em usar o sexto motor Chevrolet. A eficiente largada fez com que completasse a primeira volta em 6º e já era o 2º na volta 13. Sempre no ataque, ocupou a liderança por duas vezes. A primeira foi entre as voltas 85 e 86; a outra, da 103 até a 126.

Realmente, lutamos até o fim e até as voltas finais eu estava confiante em conseguir esse título. Infelizmente não deu e, claro, fiquei triste, mas a gente tem sempre de pensar positivo e eu me sinto orgulhoso pela temporada que minha equipe e eu conseguimos construir. Só tenho a agradecer a todo o pessoal do Team Penske, que fez um trabalho incrível em todos os momentos”, disse Castroneves. “Quero dar os parabéns para o Scott Dixon e para a Ganassi, mas já vou avisando: em 2014 a gente vem com tudo”, completou, já projetando otimismo para o próximo campeonato.

Posts Relacionados