Stock Car: Daniel Serra vence e lidera o Circuito Nova Schin Stock Car

segunda-feira, 16 de setembro de 2013



Daniel Serra deu importante passo rumo à conquista do seu primeiro título do Circuito Nova Schin Stock Car. Neste domingo, no Autódromo Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul, o filho do tricampeão Chico Serra venceu, praticamente de ponta-a-ponta, a nona etapa da mais importante e tradicional competição do automobilismo brasileiro.

Agora, ele tem 154 pontos, reassumiu a liderança da Stock Car e abriu 10 pontos de vantagem para o segundo colocado, seu companheiro de equipe, o pentacampeão Cacá Bueno.

Cacá fez a pole, mas logo na primeira curva rodou, bateu em Átila Abreu, que abandonou, saiu da pista e retornou em último lugar. Em boa recuperação, ele ainda ficou em 15º, marcou seis importantes pontos e ficou com 144, um a mais do que Ricardo Maurício (143), segundo na prova deste domingo, e três na frente de Thiago Camilo (141), que terminou em oitavo lugar. 

Como ainda estarão em jogo 96 pontos, 24 em Curitiba, 24 em Brasília e 48 na Corrida do Milhão, no encerramento da temporada, que tem pontuação dobrada, muita coisa pode acontecer, como garante Serrinha.

``É claro que é muito bom estar na frente e vencer, mas muitos pontos ainda estarão em disputa e coisas diferentes podem acontecer, como hoje, quando o Cacá teve problemas e marcou poucos pontos. Cheguei aqui oito atrás (138 a 130) e saio com dez de vantagem (154 a 144), o que mostra que tudo pode acontecer, principalmente com a Corrida do Milhão valendo o dobro``, disse o piloto tem seis vitórias na carreira, três conquistadas nesta temporada: Curitiba, Tarumã e Velopark.

Resultado da nona etapa do Circuito Nova Schin Stock Car:

1) Daniel Serra (Red Bull Racing), 38 voltas em 41min06s688, média de 126,34 km/h
2) Ricardo Maurício (Eurofarma RC), a 2s328
3) Marcos Gomes (Carlos Alves Competições), 3s702
4) Valdeno Brito (Shell Racing), a 8s541
5) Ricardo Zonta (BMC Racing), a 8s930
6) Max Wilson (Eurofarma RC), a 10s616
7) Diego Nunes (RC3 Bassani), a 11s992
8) Thiago Camilo (Ipiranga-RCM), a 12s135
9) Sérgio Jimenez (Voxx Racing Team), a 13s844
10) Popó Bueno (Shell Racing), a 14s181
11) Luciano Burti (Boettger Competições), a 14s524
12) Rubens Barrichello (Full Time Competições), a 14s855
13) Rodrigo Sperafico (Prati-Mico's Racing), a 15s838
14) Denis Navarro (Voxx Racing Team), a 16s119
15) Cacá Bueno (Red Bull Racing), a 16s145
16) Rafa Matos (Hot Car Competições), a 20s814
17) Felipe Lapenna (Hanier Racing), a 23s033
18) David Muffato (Carlos Alves Competições), a 23s654
19) Fábio Fogaça (Vogel Motorsport), a 23s870
20) Gabriel Casagrande (RC3 Bassani), a 26s206
21) Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições), a 29s253
22) Wellington Justino (Hot Car Competições), a 29s751
23) Galid Osman (Ipiranga-RCM), a 2 voltas
24) Beto Cavaleiro (Hanier Racing), a 11 voltas
25) Tuka Rocha (BMC Racing), a 22 voltas
26) Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing), a 22 voltas
27) Ricardo Sperafico (Officer ProGP), a 23 voltas
28) Vitor Genz (Gramacho Competições), a 24 voltas
29) Julio Campos (Prati-Mico's Racing), a 27 voltas
30) Alceu Feldmann (Full Time Competições), a 27 voltas
31) Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing), a 38 voltas
32) Allam Khodair (Vogel Motorsport), a 38 voltas
33) Duda Pamplona (Officer ProGP), a 38 voltas
34) Lico Kaesemodel (Boettger Competições), a 38 voltas

Melhor volta: Daniel Serra, 54s374, média de 150,82 km/h

Por atitude antidesportiva, Nonô Figueiredo foi punido com a perda de 15 posições no grid de largada da próxima etapa, marcada para dia 20 de outubro em Curitiba. Nonô deu um toque em Tuka Rocha, que bateu e abandonou a prova no Velopark.

Os dez primeiros no Circuito Nova Schin Stock Car:

1) Daniel Serra, 154 pontos
2) Cacá Bueno, 144
3) Ricardo Maurício, 143
4) Thiago Camilo, 141
5) Max Wilson, 117
6) Valdeno Brito, 109
7) Marcos Gomes, 88
8) Rubens Barrichello, 73
9) Sérgio Jimenez, 72
10) Ricardo Zonta, 70

Posts Relacionados