Truck: nas pistas, Santos F.C. é líder do Campeonato Brasileiro

terça-feira, 6 de agosto de 2013


O Santos não atravessa em 2013 um momento dos mais positivos no Campeonato Brasileiro de Futebol. Somando três vitórias, três empates e três derrotas nos nove jogos que disputou, o clube ocupa a 14ª posição com 12 pontos, dois acima da zona de rebaixamento. Se nos gramados a situação não é a considerada ideal pela torcida, nas pistas o alvinegro santista assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro – no caso, o da Fórmula Truck.

Geraldo Piquet, piloto brasiliense da ABF Santos Desenvolvimento, foi o responsável pela ascensão do “Peixe” à primeira posição na tabela de pontos. A conquista foi consolidada na sexta etapa, domingo (4) em Cascavel (PR). Sétimo no grid de largada, ele terminou a corrida no Autódromo Zilmar Beux em segundo lugar. O paulista Felipe Giaffone, da RM Competições/MAN Latin America, conquistou a primeira vitória da marca MAN na categoria.

Piquet empatou em 77 pontos com Leandro Totti, também da RM/MAN Latin America, que abandonou a etapa de Cascavel. A liderança do brasiliense dá-se pelo critério de desempate – tem uma vitória, na etapa de Goiânia (GO), enquanto Totti não ganhou nenhuma corrida em 2013. Wellington Cirino, outro piloto da ABF Santos, e Beto Monteiro, da Scuderia Iveco, foram terceiro e quarto na corrida e empatam em terceiro no campeonato, com 75 pontos.

Desde a quinta corrida do ano, disputada no mês de julho em Interlagos, São Paulo (SP), a equipe de Piquet e Cirino mantém parceria celebrada em caráter oficial com o Santos Futebol Clube. Seus caminhões Mercedes-Benz, bem como todos os motivos de decoração dos boxes, material promocional, veículos de apoio, carretas e uniformes, passaram a exibir o escudo do clube, que acumula oito títulos no Campeonato Brasileiro de Futebol.

“A nossa equipe mostrou que está bem de performance desde a primeira etapa, com a dobradinha em Tarumã”, ressalta Piquet, citando o seu segundo lugar na primeira etapa, da qual Cirino foi vencedor. “Tenho enfrentando alguns problemas com quebras neste ano. Resolvendo essa questão, tanto eu quanto o Cirino somos sérios candidatos ao título. É só ver que, quando o caminhão vai até o fim, estou sempre em primeiro ou em segundo”, chama atenção.

Depois da segunda colocação na abertura do campeonato na pista de Tarumã, em Viamão, Piquet não disputou a etapa em Londrina (PR), por conta de uma lesão sofrida em um treino com bicicleta. Em sua volta ao campeonato, em Caruaru (PE), amargou o primeiro abandono do ano, com uma quebra. Em Goiânia (GO), conquistou a décima vitória de sua carreira. Em São Paulo (SP), sofreu mais uma quebra na corrida, para voltar ao pódio em Cascavel.

Posts Relacionados