Sprint Race: Em final de semana ruim, Di Mauro e Salas perdem liderança

quinta-feira, 15 de agosto de 2013


O que era para ser um final de semana de comemorações, com a dupla paulista Gaetano Di Mauro e Guilherme Salas correndo em casa, ao lado da família e às vésperas do dia dos pais, tornou-se um pesadelo.

Até então líderes da Sprint Race com nove pontos de vantagem sobre o gaúcho Gustavo Martins, a dupla paulista esperava fazer boas corridas e ampliar a diferença, tornando-a mais confortável para as três etapas finais da temporada.

Mas deu tudo errado. Na sexta-feira a dupla já sofria com a falta de rendimento do motor do carro de número 74 durante os treinos livres, e a quebra do propulsor impediu que os pilotos participassem das duas tomadas de tempos realizadas no mesmo dia.

Largando da 15ª e última posição no grid, Gaetano Di Mauro precisava fazer uma prova de recuperação e torcer para que o problema tivesse sido resolvido após o trabalho noturno dos mecânicos da categoria.

Di Mauro fez o que pode na primeira corrida, realizada na manhã de sábado (10), mas a fraca performance do motor o limitou a alcançar o 6º lugar ao final da prova. “Consegui avançar bem, ganhei nove posições, mas o desempenho era ruim, na Subida do Café e Reta dos Boxes eu era muito lento” lamentou o piloto.

À tarde foi a vez de Salas encarar o desafio. Após nova intervenção mecânica o piloto partiu do final do grid para tentar superar Martins, que a essa altura já ultrapassara a dupla paulista em pontos por ter concluído a primeira bateria na segunda colocação. Salas largou bem e logo avançou para a sétima colocação, mas como o problema mecânico ainda persistia, não conseguiu avançar mais até a metade da corrida.

Nesse momento da prova o drama aumentou ainda mais. Um piloto que andava entre os líderes rodou na Subida do Café e a fileira de carros que vinha atrás teve que desviar. Salas não teve tempo de realizar a manobra e acabou batendo forte no adversário. “A corrida foi no final da tarde e naquele horário o sol bate bem de frente naquele local. Isso atrapalhou minha visão e não consegui desviar totalmente, bati com a frente e lateral do carro, mas felizmente ninguém se machucou” destacou o piloto.

Martins venceu a segunda bateria e somou 45 pontos na etapa contra apenas 10 da dupla paulista, assumindo a liderança com vantagem de 26 pontos. Os paulistas ainda têm 8 pontos de vantagem sobre o terceiro colocado, o paranaense Daniel Kaefer.

As próximas etapas da Sprint Race acontecerão em Cascavel no dia 22 de setembro, Curitiba em 13 de outubro e novamente em São Paulo no dia 21 de dezembro.

Posts Relacionados