Lotus Renault asfixiada por dívida de 120 milhões

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A Lotus Renault está fortemente condicionada por uma situação financeira desesperante que contrasta com o campo desportivo, no qual o piloto Kimi Räikkönen ocupa o segundo lugar da classificação, a 38 pontos de Sebastian Vettel (Red Bull-Renault).

Duas publicações alemãs - site "motorsport-total.com" e revista "Auto Motor und Sport" - dão conta da crise que afeta a escuderia sediada em Enstone, que a impede de introduzir mais evoluções ao carro até final da temporada, além das que já estão agendadas há algum tempo.

Além do efeito que esta situação poderá ter em pista, há ainda o processo de renovação de contrato com Räikkönen que será afetado. O finlandês tem propostas de Red Bull-Renault e Ferrari para 2014.

Recorde-se que o proprietário da escuderia, o grupo Genii, anunciou em junho que tinha vendido 65 por cento das ações a um consórcio denominado Infinity Racing, negócio que, afinal, não estará concluido.

Posts Relacionados