Ferrari apresentou proposta a Räikkönen

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A Ferrari apresentou uma proposta de contrato para 2014 a Kimi Räikkönen, que foi seu piloto entre 2007 e 2009, de acordo com o jornal alemão "Bild".

O papel do finlandês, que tem em mãos a renovação com a Lotus Renault e uma oferta da Red Bull-Renault, é assim o de estrela da "silly season", deixando à margem Fernando Alonso.

O espanhol da Ferrari, recorde-se, foi apontado como candidato à vaga na Red Bull-Renault, de onde sai Mark Webber, porque o seu agente, Luis García Abad, foi falar com Christian Horner, chefe da escuderia de Milton Keynes.

Acontece que Abad é também responsável pela gestão da carreira de Carlos Sainz Jr., que estará na calha para entrar na Toro Rosso-Ferrari, escuderia do universo Red Bull, e era disso que estava a tratar com Horner.

Na Ferrari, Alonso tem contrato até 2016, mas Felipe Massa termina a ligação no final da corrente temporada.

O "Bild" escreve que a proposta da Ferrari a Räikkönen é financeiramente melhor do que a da Red Bull, que oferece 15 milhões de dólares (11,3 milhões de euros) por ano e patrocínio da equipa de motocrosse do finlandês - o que já acontece.

O finlandês deixou a Ferrari em 2009, um ano antes do final do contrato, em clara divergência com o presidente Luca di Montezemolo [na foto].

A ser verdade, a estratégia da Ferrari poderá ser uma tentativa de desestabilizar a Red Bull na tentativa de encontrar o melhor companheiro de equipa para Sebastian Vettel.

Posts Relacionados