F-Truck: Raijan tem novo apagão no caminhão

segunda-feira, 5 de agosto de 2013


Ainda não foi desta vez que Raijan Mascarello conseguiu completar uma prova no Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. E mais uma vez, por culpa do caminhão Ford Cargo que voltou a apresentar problemas depois de Raijan ganhar sete posições e entrar na zona de pontuação da prova, que foi vencida por Felipe Giaffone. Djalma Fogaça, companheiro de Raijan na DF MotorSport, terminou na 7ª posição depois de largar dos box.

"Estava indo pra cima do Kastropil e ia buscar a ultrapassagem no Bacião. Mas na reta o motor apagou quando engatei a 6ª marcha, e depois não voltou mais. Seria importante que a montadora pudesse participar com a gente para que esses problemas possam ser identificados", analisa Raijan Mascarello.

O piloto se mostrou desapontado em não completar sua terceira prova na temporada, todas por problemas no caminhão.

"É uma pena, porque estamos rendendo bem nas corridas, ganhando posições, só que sempre o caminhão está apagando. Foram cinco voltas em Goiânia, dez em São Paulo, e agora 15 voltas em Cascavel. Tá bom pelo rendimento em pista, mas ruim pelo resultado final", avalia o piloto Sementes Dekalb, Case IH e Maxxicase.

O próximo desafio para Raijan Mascarello será no dia 08 de setembro, pelo Campeonato Sul-americano, em Córdoba, Argentina.

A corrida de Raijan

Largando atrás no pelotão, Raijan tratou de ser cauteloso no início da prova, chegando a ficar na 21ª posição. Mas as poucos ele foi avançando. Ao final da segunda volta era o 18º, e uma volta depois, passou na 16ª colocação.

A quarta volta foi marcada pela entrada do Pace Truck por conta de um problema com o caminhão de Luis Lopes.
Na retomada da prova, Raijan subiu mais uma posição, e trazia na sua cola o companheiro de equipe Djalma Fogaça. Enquanto isso, Leandro Totti assumia a liderança da prova na 7ª volta. Mas logo depois, o motor do caminhão do líder estourou, e Felipe Giaffone voltou a andar na frente do pelotão.

No complemento da volta 8ª volta, Raijan tinha subido para a 14ª posição, entrando na zona de pontuação antes da entrada programada do Pace Truck com 1/3 da prova.


Na 12ª volta, Raijan ultrapassou Leandro Reis, subindo para o 13º lugar. 

e na volta seguinte, Raijan Mascarello ultrapassou Débora Rodrigues para tomar a 12ª posição.

Quando se preparava para buscar mais uma posição, o caminhão Ford apresentou problemas e Raijan teve que abandonar.


Resultado da prova

1º) 4 - Felipe Giaffone (W, SP), 20 voltas em 57:16.201 (média de 64.07 km/h)
2º) 3 - Geraldo Piquet (M , DF), a 0.637
3º) 6 - Wellington Cirino (M , PR), a 1.739
4º) 88 - Beto Monteiro (I , PE), a 3.271
5º) 2 - Valmir Benavides (I , SP), a 5.075
6º) 7 - Debora Rodrigues (W , SP), a 6.250
7º) 72 - Djalma Fogaça (F , SP), a 7.095
8º) 30 - Rogerio Castro (V , GO), a 13.095
9º) 51 - Leandro Reis (S , GO), a 15.020
10º) 10 - Ronaldo Kastropil (S , SP), a 15.537
11º) 21 - Alex Caffi (I , IT), a 20.612
12º) 20 - Pedro Muffato (S , PR), a 21.833
13º) 12 - Zé Maria Reis (S , GO), a 24.631
14º) 77 - André Marques (W , SP), a 1 volta
15º) 0 - Alberto Cattucci (V , SP), a 2 voltas
16º) 80 - Diogo Pachenki (M , PR), a 3 voltas
17º) 11 - Jansen Bueno (V , PR), a 4 voltas
18º) 71 - Raijan Mascarello (F , MT), a 6 voltas
19º) 73 - Leandro Totti (W , PR), a 6 voltas
20º) 99 - Luiz Lopes (I , SP), a 7 voltas
21º) 14 - João Maistro (V , PR), a 8 voltas
22º) 83 - Regis Boessio (M , RS), a 9 voltas
23º) 8 - Adalberto Jardim (W , SP), a 12 voltas
24º) 15 - Roberval Andrade (S , SP), a 16 voltas
25º) 55 - Paulo Salustiano (M , SP), a 19 voltas

Melhor Volta: Wellington Cirino, 1:18.501 (140.23 km/h)

Posts Relacionados