F-Truck: categoria tem décima corrida de sua história em Cascavel

domingo, 14 de julho de 2013


Qualquer abordagem histórica da Fórmula Truck passa obrigatoriamente pelo Autódromo Internacional de Cascavel. Foi no circuito paranaense, em abril de 1995, que a categoria teve a primeira das quatro corridas de demonstração que conduziram-na ao processo de homologação pela Confederação Brasileira de Automobilismo, para que integrasse o calendário do esporte brasileiro já em 1996, colocando em disputa um título oficial.

A temporada 2013 é a 18ª da Fórmula Truck como série automobilística oficial. E a próxima etapa, marcada para 4 de agosto, vai perfazer um número redondo em sua volta a Cascavel. Remodelado em 2012, quando foi batizado com o nome de seu fundador Zilmar Beux, o autódromo receberá uma etapa da competição dos caminhões pela décima vez. A corrida valerá como sexta das dez etapas que compõem o Campeonato Brasileiro.

Depois de sediar a primeira das quatro provas de exibição realizadas em 1995, o traçado de 3.032 metros do autódromo cascavelense só voltaria a ter uma corrida da Fórmula Truck em 1999. Foram seis anos seguidos figurando no calendário da competição. Depois de um ano ausente, em 2005, sediou as etapas de 2006 e 2007, a partir de quando iniciou-se um hiato de mais de cinco anos sem que a categoria tivesse uma corrida na cidade.

A reestruturação promovida no autódromo no ano passado, que incluiu alargamento da pista e construção de novas instalações de boxes, determinou a reinclusão da cidade no calendário. A presidente da Fórmula Truck, Neusa Navarro, esteve na cidade dois meses antes do evento e, depois de uma rápida vistoria às obras que transcorriam em ritmo acelerado, confirmou a pista de Cascavel, agora com 3.052 metros, como sede da sexta etapa.

O paulista Renato Martins, que em 2013 abdicou da vaga no grid para se dedicar ao gerenciamento da equipe RM Competições-MAN Latin America, é o recordista de vitórias na Fórmula Truck em Cascavel, onde obteve três de suas 27 vitórias na categoria, nos anos de 2001, 2003 e 2006. O paranaense Wellington Cirino foi quem mais conquistou poles nas etapas cascavelenses, comandando o grid nas edições de 2001, 2002 e 2004.

TODAS AS POLES E VITÓRIAS DO GP DE CASCAVEL

12 de dezembro de 1999
Pole: Osvaldo Drugovich Júnior (PR/Scania); vitória: Osvaldo Drugovich Júnior (PR/Scania)

9 de julho de 2000
Pole: Djalma Fogaça (SP/Ford); vitória: Jorge Fleck (RS/Volvo)

16 de setembro de 2001
Pole: Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz); vitória: Renato Martins (SP/Volkswagen)

14 de julho de 2002
Pole: Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz); vitória: Renato Martins (SP/Volkswagen)

18 de maio de 2003
Pole: Djalma Fogaça (SP/Ford); vitória: Djalma Fogaça (SP/Ford)

19 de setembro de 2004
Pole: Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz); vitória: Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz)

17 de setembro de 2006
Pole: Renato Martins (SP/Volkswagen); vitória: Renato Martins (SP/Volkswagen)

11 de março de 2007
Pole: Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz); vitória: Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz)

5 de agosto de 2012
Pole: Beto Monteiro (PE/Iveco); vitória: Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz)

Posts Relacionados