Räikkönen: "Não esqueço que o Pérez f... a minha corrida no Mônaco"

sexta-feira, 7 de junho de 2013

O tempo cura tudo. Para alguns, pois Kimi Räikkönen (Lotus Renault) não perdoa nem esquece a manobra de Sergio Pérez (McLaren-Mercedes) no GP do Monaco que o relegou para o 10.º lugar da classificação.

"Continuo na mesma pois nada muda o facto de Pérez ter f.... a minha corrida. Se dentro de um ano me voltarem a perguntar a resposta será igual. Ainda salvei um ponto, mas isso em nada altera o facto de se ter tratado de algo errado", sublinhou Räikkönen em Montreal, onde este fim-de-semana se disputa o GP do Canadá.

Assim, prevê-se um ambiente de cortar à faca entre o finlandês e o mexicano:

"Falei com os comissários e eles acham que se tratou de um incidente de corrida. Disseram-me que não fiz nada de errado, mas, obviamente, houve alguém que errou. Charlie [Whiting, delegado da FIA] falou com Pérez, mas não me parece que isso vá mudar o que quer que seja."

"Temos de ter cuidado com alguns tipos, pois há quem não seja de confiança. Com os tipos do top-5 sei que, se estiver lá, eles não vão mudar de direção. Podemos ser duros, mas somos justos e competimos de forma limpa. Não há problema em ser agressivo, desde que se tenha uma ideia antes de fazer uma ultrapassagem", encerrou Räikkönen, que na semana após o GP do Mónaco chamou idiota e estúpido a Pérez e sugeriu que talvez fosse bom que alguém lhe desse um murro.

Posts Relacionados