Stock Car: instabilidade do tempo agitada corrida em Salvador

segunda-feira, 20 de maio de 2013



Marcada para às 10h30 deste domingo, a 4ª etapa da Stock Car no CAB - Centro Administrativo da Bahia, o Circuito de Rua de Salvador foi bastante tumultuada em função da chuva torrencial que caiu faltando 10 minutos para a abertura de box. Com o grid formado os pilotos optaram pela segurança e de acordo com a CBA adiaram a largada até que o circuito tivesse condições de corrida, já que muitas ruas que compõem a pista estavam impraticáveis.

Depois de uma classificação difícil os pilotos da BMC Racing, Ricardo Zonta e Tuka Rocha buscaram uma estratégia para conquistar posições e foi o que aconteceu. Os pilotos do carro #10 e #25 optaram por não fazer a parada para troca de pneu continuando com pneus de chuva. Os dois chegaram a andar entre os 10 primeiros, até que Zonta recebeu um toque na traseira de Marcos Gomes, que o fez bater no muro. O toque deixou seu carro destruído. "Uma pena isso ter acontecido. Meu carro ficou destruído. Agora é trabalhar para Brasília", disse o ex-F1.

Nas voltas finais a pista secou e quem estava de pneus slick teve vantagem em relação a quem usava pneu de chuva, Tuka Rocha lutou até o fim para se manter na pista e conseguiu salvar pontos importantes no campeonato, chegando na 13ª posição, depois da punição de Sergio Jimenez e Atila Abreu.

"Foi uma corrida complicada por causa da instabilidade do tempo e também dos poucos pontos de ultrapassagem. Eu estava super bem nos treinos ficamos em segundo e terceiro. A classificação foi complicada por causa da instabilidade do tempo. Largamos atrás, chovendo ainda, mas conseguimos pontos que serão cruciais para o campeonato", destaca o paulista.

A próxima etapa da Stock Car está marcada para 2 de junho em Brasília.

Posts Relacionados