FIA trava alterações profundas nos pneus

segunda-feira, 20 de maio de 2013


A FIA colocou um travão ao processo que a Pirelli pretendia desencadear para aumentar a durabilidade dos pneus, a partir do GP do Canadá, a 9 de junho.

O argumento é simples: as alterações nos pneumáticos só podem ter lugar se estiver em causa a segurança. Assim, o construtor italiano só irá fazer pequenos ajustes.

A Pirelli tomou a decisão, e comunicou-a, depois do que sucedeu no GP de Espanha (12 de maio), onde ocorreram vários episódios de delaminação nos pneus (na Mercedes e na Force India-Mercedes), com a corrida a obrigar as escuderias a optarem por estratégias com quatro "pit-stops".

A grande prejudicada é a Red Bull-Renault, a escuderia que mais se tem queixado do propblema, por oposição à Ferrari e à Lotus-Renault.

A FIA sustenta a sua posição no artigo 12.6.3 do regulamento técnico, que diz:

"Especificações de pneus serão determinadas pela FIA o mais tardar até 1 de setembro da temporada anterior. Uma vez determinada desta forma, as especificações dos pneus não serão alteradas durante a temporada sem o consentimento de todas as equipas concorrentes."

Posts Relacionados