WSR: instabilidade climática "bagunça" provas em Monza

segunda-feira, 8 de abril de 2013

A primeira etapa da World Series by Renault, disputada neste fim de semana no lendário circuito de Monza, foi marcada pela instabilidade climática, que acabou transformando o fim de semana em uma loteria e acabou "pregando uma peça" no brasileiro Yann Cunha e em sua equipe, a AV.

Após abandonar a prova inicial por conta de uma escapada de pista na temida curva Parabolica, o brasileiro buscou se recuperar na segunda corrida e deu mostras disso logo na largada, quando pulou de 25º para 18º logo de cara. Contudo, no meio de sua evolução, um toque acabou danificando sua asa e impediu um progresso maior, com o brasiliense recebendo a bandeirada em 15º.

"Foi um fim de semana complicado. Na primeira tomada de tempos, escolhemos os pneus errados, torcendo para a pista secar, o que não aconteceu. Com isso, largamos lá atrás e acabei errando a freada da Parabolica, ficando fora", comenta Yann.

"Na corrida de hoje, acertamos o carro para o molhado e a pista começou a secar! Apesar disso, a corrida foi boa. Mesmo com outro piloto quebrando minha asa, consegui terminar em 15º, um resultado que não é ruim se levarmos em conta o cenário, mas que pode ser melhor", completa. O sueco Stoffel Vandoorne e o português Antonio Felix da Costa venceram as provas.

Entre os outros brasileiros, André Negrão foi 11º e 13º; Pietro Fantin abandonou a primeira e foi sétimo na segunda, enquanto Lucas Foresti abandonou as duas provas. O próximo encontro da World Series by Renault acontece nos dias 27 e 28 de abril, em Motorland Aragón, na Espanha.

Posts Relacionados