Moto 1000 GP: treinos livres abrem GP Petrobras nesta sexta em Interlagos

quinta-feira, 18 de abril de 2013


O Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo, receberá neste fim de semana a primeira etapa do Moto 1000 GP, válida pelo Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Este é o terceiro ano do evento, que nesta temporada passa a ser homologado como competição oficial da categoria pela Confederação Brasileira de Motociclismo. As corridas em Interlagos terão em disputa o GP Petrobras e serão disputadas no domingo (21). A programação de treinos livres será aberta nesta sexta-feira (19).


O Moto 1000 GP reunirá mais de 120 pilotos em seus quatro grids, representantes de Venezuela, Argentina, França, Espanha, Portugal e Itália, além do Brasil que vão disputar as oito etapas em busca do pódio nas categorias GP 1000, GP Light/GP Máster, GP 600 e GPR 250. Na pista, o público poderá acompanhar motos das marcas BMW, Kawasaki, Honda, Ducatti, Yamaha, Suzuki e Triumph.

Os campeões da última temporada colocarão seus títulos à prova. O argentino Luciano Ribodino, piloto da BMW S1000RR da Alex Barros Racing, atual campeão, e o paulista Alan Douglas, que compete pela Pitico Race com uma Kawasaki ZX10-R, campeão em 2011 e vice no ano passado, terão no grid da GP 1000, categoria principal, a companhia de Lucas Barros e Nick Iatauro, pilotos das mesmas equipes, que foram campeão e vice da GP Light em 2012. Lucas não disputa o GP Petrobras, neste domingo. Recuperando-se das contusões sofridas em um acidente durante treinos preparatórios no mês de março, ele será substituído no grid por seu pai e companheiro de equipe, Alexandre Barros.

Na categoria GP 600, André Veríssimo, da Motrix Scigliano Racing, e Rafael Bertagnolli, agora na SBK Brasil, trabalham para reeditar o duelo que decidiu o título de 2012 em favor de Veríssimo por dois pontos – o placar final foi de 127 a 125 pontos. Na categoria GP Máster, que agora passa a compor o grid da GP Light – na última temporada, largava junto com a GP 1000 –, Alberto Braga, da Center Moto Racing Team, defenderá seu título frente a Elson Tenebra, da Tripa Racing-Rota K, segundo colocado geral da categoria em 2012.

Experimental na última temporada, quando foi realizada em uma única etapa, em Brasília, a GPR 250 integrará todo o calendário do Moto 1000 GP a partir de São Paulo, como categoria de iniciação na motovelocidade.


PROGRAMAÇÃO DE TREINOS DO GP PETROBRAS

Sexta-feira, 19 de abril
12h30 – primeiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
13h05 – primeiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h40 – primeiro treino livre da GP Light/GP Máster (25 minutos)
14h15 – primeiro treino livre da GP 1000 (25 minutos)
14h50 – segundo treino livre da GPR 250 (25 minutos)
15h25 – segundo treino livre da GP 600 (25 minutos)
16h00 – segundo treino livre da GP Light/GP Máster (25 minutos)
16h35 – segundo treino livre da GP 1000 (25 minutos)

Sábado, 20 de abril
9h00 – terceiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
9h35 – terceiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
10h10 – terceiro treino livre da GP Light/GP Máster (25 minutos)
10h45 – terceiro treino livre da GP 1000 (25 minutos)
11h20 – quarto treino livre da GPR 250 (25 minutos)
11h55 – quarto treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h20 – quarto treino livre da GP Light/GP Máster (25 minutos)
13h55 – quarto treino livre da GP 1000 (25 minutos)
14h30 – treino classificatório Q1 da GPR 250 (20 minutos)
14h55 – treino classificatório Q1 da GP 600 (20 minutos)
15h20 – treino classificatório Q1 da GP Light/GP Máster (20 minutos)
15h45 – treino classificatório Q1 da GP 1000 (20 minutos)
16h15 – treino classificatório Q2 da GPR 250 (10 minutos)
16h30 – treino classificatório Q2 da GP 600 (10 minutos)
16h45 – treino classificatório Q2 da GP Light/GP Máster (10 minutos)
17h00 – treino classificatório Q2 da GP 1000 (10 minutos)

CALENDÁRIO

A programação do GP Petrobras, em Interlagos, apresentará ao público as provas da primeira das oito etapas que vão compor o Moto 1000 GP em 2013. As demais seguirão a seguinte agenda: 26 de maio – Curitiba (PR); 23 de junho – Interlagos (SP); 28 de julho – Brasília (DF); 25 de agosto – Cascavel (PR); 22 de setembro – Interlagos (SP); 20 de outubro – Santa Cruz do Sul (RS); 17 de novembro – Goiânia (GO).
Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece os pneus Power Slick, da GP 1000, e Power Cup, da GP Light, da GP 600 e da GPR 250, a todas as equipes. O campeonato tem o apoio de Beta Ferramentas, Shoei, Bell, Servitec, Calfin, Leovince, Tutto Moto e Öhlins.

Posts Relacionados