Higor Hoffmann vai ao pódio em Brasília, mas não fica satisfeito

terça-feira, 23 de abril de 2013


A bateria final da segunda etapa da Fórmula 3 Sul-americana, realizada na manhã deste domingo (21) em Brasília (DF) foi emocionante e ao mesmo tempo bastante conturbada.

O grid de largada teve os seis primeiros colocados da prova de sábado em posições invertidas, o que deixou a disputa de posições muito acirrada já na primeira curva. Neste momento Hoffmann teve o primeiro revés na prova, recebendo um toque de um companheiro de equipe que o fez rodar e cair para a última colocação.

O maringaense, que largou de oitavo e já ocupava o sexto lugar no momento do acidente, teve o carro desalinhado mas manteve um bom ritmo de corrida. E em boa recuperação em meio a uma prova cheia de acidentes e que teve duas entradas do Safety-Car, escalou o pelotão e chegou a quarto (terceiro na classe principal), restando seis voltas para o término da corrida.

Foi nesse momento que pela segunda vez o Safety-Car entrou na pista. O carro acidentado foi retirado rapidamente do local de risco e, faltando ainda quatro voltas para o final, a pista já estava em condições de liberação. Entretanto, a direção de prova decidiu por manter a intervenção do carro de segurança até o final, mantendo as posições, o que decepcionou o piloto.

“Naquele momento da corrida, mesmo com o carro desalinhado, eu era o mais rápido da pista. A entrada do Safety-Car agrupou o pelotão e eu tenho certeza que nas quatro voltas finais conseguiria superar os ponteiros” disse o piloto, que completou decepcionado: “Não entendi a decisão da Direção de Prova em não relargar, não havia motivo para isso, e pode ter me custado uma vitória”.

O vencedor da prova foi o brasiliense Gustavo Lima, companheiro de equipe de Hoffmann na Cesário Fórmula. Veja a classificação final:

1) Gustavo Lima (Cesário Fórmula), 27 voltas em 31min04s895, média de 152,14 km/h.
2) Raphael Raucci (RR Racing Team), a 0s532
3) Artur Fortunato (Cesário Fórmula) (Light), a 1s160
4) Higor Hoffmann (Cesário Fórmula), a 1s668
5) Bruno Etman (Cesário Fórmula) (Light), a 2s788
6) Elias Azevedo (Cesário Fórmula) (Light), a 2s958
7) Gaetano Di Mauro (RR Racing Team) (Light), a a 6 voltas
8) Gustavo Myasava (Hitech Racing), a 11 voltas
9) Felipe Guimarães (Hitech Racing), a 21 voltas
10) Gustavo Frigotto (Hitech Racing), a 26 voltas

Posts Relacionados