GP do Brasil fica em SP

sexta-feira, 19 de abril de 2013


O Grande Prêmio do Brasil permanecerá na cidade de São Paulo, no circuito de Interlagos, após o chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, afirmar que poderia haver uma reformulação no calendário do Mundial.
Ecclestone disse que o único GP da América do Sul poderia se mudar para o Rio de Janeiro, mas nesta sexta-feira declarou, no GP do Bahrein, que o prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, interveio na possibilidade.

"Acabei de receber uma carta do prefeito e ele está garantindo que renovará todas as instalações de lá, o que será bom, nós estávamos esperando por isso há muito tempo", disse Bernie Ecclestone.
"Se São Paulo fizer o que eles dizem que vão fazer, então não precisamos mudar", continuou o chefão da Fórmula 1. Ecclestone falou que os poços e área do paddock precisavam ser melhorados, assim como algumas áreas públicas. "Eles só precisam arrumar um pouco".

A Fórmula 1 foi disputada no Brasil no circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, de 1978 a 1989, mas a pista foi demolida para os Jogos Olímpicos de 2016.

Bernie Ecclestone havia dito no último mês que estava infeliz com o circuito de Interlagos e sugeriu que a prova poderia mudar para o Rio de Janeiro. Ele falou ainda que o México, que organizou uma corrida em 1992, poderia retornar ao calendário em um futuro próximo.

"Eu sou a favor de uma corrida no México, acho que seria fantástico, muito bom", opinou Ecclestone, que também demonstrou seu carinho por outro país. "Eu gostaria de voltar para a Turquia". 

Posts Relacionados