Ecclestone recusa cancelar o Grande Prêmio do Bahrain

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O patrão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, recusa cancelar o Grande Prémio do Bahrain, no próximo fim de semana. Devido às manifestações pró-democráticas, o ambiente nas ruas tem estado bastante tenso, com vários confrontos entre os polícias e os manifestantes.

Ecclestone espera que o Grande Prémio decorra sem grandes problemas: "Não queremos ver pessoas a protestar por coisas que não entendemos. Não queremos ver cidadãos reprimidos por causa da corrida."

Em 2011, o Grande Prémio teve mesmo de ser cancelado, pois uma grande manifestação foi violentamente reprimida pelas forças de segurança locais, resultando num total de 35 vítimas mortais. Em 2012, as medidas de segurança foram reforçadas, mas um "cocktail molotov" arremessado para a zona da pista fez 4 feridos entre a equipa da Force India.

As negociações foram desenvolvidas de forma a garantir a segurança de todo o evento, segundo Ecclestone: "Quando falámos com o responsável pelas manifestações, entendemos que se tratava de uma pessoa sensata, que compreende o que se está a passar."

Posts Relacionados