Raikkonen tem desafio de desenvolver o Lotus

quarta-feira, 20 de março de 2013

Kimi Raikkonen venceu, na Austrália, o primeiro Grande Prémio da temporada, mas não é isso que faz o finlandês embandeirar em arco. O piloto está consciente das limitações do Lotus face à concorrência e diz que desenvolver o carro será o maior desafio.

“No ano passado havia a grande questão de perceber se conseguiríamos acompanhar o desenvolvimento das grandes equipas. E parece-me que não fizemos um mau trabalho. Esta época não vai ser fácil, até porque não é segredo que não dispomos do mesmo dinheiro da Red Bull, Ferrari e Mercedes. Temos pessoas e ferramentas para conseguir um bom desempenho, mas, com mais patrocinadores, teríamos outras hipóteses de lutar com essas equipas”, disse o antigo campeão do Mundo.

O piloto, de 33 anos, não esconde a felicidade “pela vitória na Austrália”, mas refere que no GP Malásia, no próximo fim de semana, “será uma história completamente diferente”. “Por isso, ainda não há nada para celebrar”, acrescentou, salientando que “o objetivo é estar na frente em todas as corridas”.

Na luta pelas vitórias quer estar também a Red Bull, campeã em 2012. Sebastian Vettel foi “apenas” 3.º em Melbourne, mas o diretor da equipa, Christian Horner, garante que “não há qualquer desânimo”. “Na Austrália fomos algo infelizes mas acredito que voltaremos a estar na frente já em Sepang.”

Posts Relacionados