F-Truck: pilotos da Mercedes-Benz guardam lembranças especiais de Tarumã

terça-feira, 5 de março de 2013

http://grelak.com.br/e-marketing/alta/497b6718248f052f96f3c0508e60b855.jpgO traçado da pista de Tarumã, em Viamão, no Rio Grande do Sul, volta nesta temporada ao calendário do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. A corrida deste domingo (10) marcará a abertura da Fórmula Truck e contará pontos como uma das quatro provas do Campeonato Sul-Americano, levando o nome de GP Petrobras.

A prova traz boas recordações para três pilotos que têm algo em comum – todos guiam caminhões Mercedes-Benz. Geraldo Piquet, o último vencedor, em 2008, Wellington Cirino, o recordista de vitórias, e Régis Boessio, o piloto gaúcho que contará com o apoio dos 50 mil espectadores esperados para a corrida, guardam lembranças boas da pista de 3.016 metros de extensão, que é uma das mais rápidas da temporada.

“Fiz uma pré-temporada forte, já pedalei mais de 2 mil quilômetros nos últimos meses para não sentir o cansaço que normalmente acontece em provas mais puxadas”, conta Piquet. Tarumã está de volta ao calendário da Fórmula Truck, e para Piquet, isso é animador, sendo ela a primeira prova da temporada. “Tarumã é uma pista muito rápida, que exige do caminhão. Mas os componentes mudaram de 2008 para cá, e isso deve deixar todos em condições de igualdade. É bom retornar ao lugar que traz boas lembranças. Estou bastante otimista e claro que, a pretensão, é abrir o ano com uma boa vitória”, animou-se o brasiliense da equipe ABF/Mercedes-Benz, que guia o caminhão de número 3.

Correndo praticamente em casa, Boessio terá a torcida absoluta no próximo domingo. O gaúcho sabe da importância do apoio vindo das arquibancadas e espera retribuir o carinho dos seus fãs na categoria. “Conta, e conta muito, o apoio dos torcedores. É uma vibração positiva bastante importante para um piloto, que claro que sente isso”, conta Boessio, da equipe ABF Desenvolvimento Team.

Mas qual é o segredo da pista? Para Régis, que conhece tão bem o traçado, o segredo é o acerto da máquina. “É importante que o caminhão esteja bem equilibrado, tanto para entradas de curva, e principalmente, a retomada. Tem dois pontos fundamentais em Tarumã: a curva 1, que está no fim da reta, então você vem forte e tem que acertar o tempo da freada, e a curva 9, na entrada da reta, onde a aceleração deve ser rápida”, orientou o piloto que levará nesta temporada o caminhão de número 83.

Para o gaúcho que correrá em “seu quintal”, a experiência na pista de Viamão é outro fator preponderante. “Tarumã é um traçado que serve como um divisor entre pilotos inexperientes e quem já conhece a sua máquina. E neste ano muitos trocaram de equipamentos, o que poderá ser decisivo no resultado da corrida de estreia. Estou confiante, até fiz uma pré-temporada bastante puxada, que foi cuidando e correndo de atrás de meus filhos, de 4 e 5 anos”, brincou ele.

Já Cirino, do caminhão número 6 da equipe ABF/Mercedes Benz, recordista de vitórias no traçado de Tarumã, não quer apenas vencer, mas entrar na briga pelo título da temporada. “Tarumã é um circuito que eu gosto bastante e talvez seja esse o segredo de eu ir sempre bem lá. Será importante começar o ano com uma vitória, para começar bem na classificação e ter chances de brigar pelo título”, frisou.

A recordação mais viva na mente de Wellington é ainda a primeira vez que subiu ao pódio, na primeira vitória em 2001 em Viamão. “Aquela foi uma corrida fantástica, onde eu e Renato Martins disputamos praticamente lado a lado, nas últimas três voltas, a liderança da corrida. No final, consegui chegar em primeiro e vencer. As corridas lá (no Autódromo de Tarumã) são sempre bastante disputadas”, lembrou o piloto.

A animação de Cirino é ratificada pelo seu equipamento, que, segundo ele, melhorou bastante. “Estamos com um equipamento novo, de última geração. Isso será importante para a estreia, onde o sistema de suspensão é extremamente importante. O caminhão precisa de bastante regularidade para a pista gaúcha, e é isso que vamos buscar”, finalizou.

CALENDÁRIO
As dez corridas que vão compor a temporada de 2013 do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck serão as seguintes: 10 de março – Tarumã (RS); 7 de abril – Londrina (PR); 19 de maio – Caruaru (PE); 9 de junho – Goiânia (GO); 7 de julho – Interlagos (SP); 4 de agosto – Cascavel (PR); 8 de setembro – Córdoba (ARG); 13 de outubro – Guaporé (RS); 10 de novembro – Curitiba (PR); 8 de dezembro – Brasília (DF).

Posts Relacionados