Ferrari espera "ter carro competitivo de imediato"

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013


A Ferrari apresentou esta sexta-feira o F138, carro com o qual assume a candidatura aos títulos de Fórmula 1 na próxima temporada, cujo nome agrega o ano da competição (2013) e o número de cilindros do motor V8, configuração que cederá lugar aos V6 turbo em 2014.

O F138, desenvolvido no túnel de vento da Toyota, em Colónia (Alemanha), pois as instalações em Maranello estão em obras, é o 59.º carro produzido pela escuderia italiana para o Mundial de F1 e junta o melhor do antecessor ao que foi projetado por dois grupos de trabalho: o que trabalhou especificamente para o este ano e o que está com os olhos postos em 2014.
Assim, mantém-se a configuração da suspensão dianteira, com sistema "pushrod", mas na traseira trabalhou-se no sentido de acolher o novo desenho do sistema de escape.

Da mesma forma, a entrada de ar acima do habitáculo e as situadas nos lados também foram revistas de forma a melhorar a aerodinâmica.

"O nosso principal objetivo tem de ser dar um carro competitivo de imediato aos nossos pilotos. Infelizmente, isso não aconteceu nos últimos anos na pré-temporada", admitiu o diretor Stefano Domenicali.

Os pilotos da Ferrari serão Felipe Massa e Fernando Alonso, mas o espanhol não estará na estreia nos testes de pré-tem,porada, a 5 de fevereiro, em Jerez, cabendo ao brasileiro o "shakedown" ao F138.

Datas de apresentações:


Lotus, 28 de janeiro
McLaren, 31 de janeiro
Ferrari, 1 de fevereiro
Force India, 1 de fevereiro
Sauber, 2 de fevereiro
Red Bull, 3 de fevereiro
Mercedes GP, 4 de fevereiro
Toro Rosso, 4 de fevereiro
Caterham, 5 de fevereiro
Marussia, 5 de fevereiro
Williams, 19 de fevereiro


Datas de testes:


Jerez, 5 a 8 de fevereiro
Barcelona, 19 a 22 de fevereiro
Barcelona, 28 de fevereiro a 3 de março

Posts Relacionados