Fernando Alonso: "Hamilton será o meu maior rival"

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013


Fernando Alonso falou esta quinta-feira e as declarações devem de estar já a ser analisadas pelo consultor da Red Bull, Helmut Marko, que recentemente acusou o piloto da Ferrari de se preocupar em demasia com política e em ser engraçado.

É que o espanhol voltou a apontar Lewis Hamilton como um dos principais candidatos à conquista do título, deixando Sebastian Vettel, que o superou em 2012, em segundo plano.

"Não sei quem será o meu maior adversário, quem tem a melhor equipa, quem terá melhor preparação, sorte, testes, ou todos esses fatores que ajudam um piloto ou equipa a superar os outros. Mas quanto ao rival, ao piloto mais forte, a minha resposta é Hamilton", começou por dizer Alonso em Madonna di Campiglio (Itália), justificando, sem evitar uma mensagem a Marko:

"Foi assim no ano passado, será assim este ano. É uma opinião pessoal e não política, que não visa fazer com que as pessoas fiquem a pensar. Quem é o principal oponente, o melhor piloto? Aquele que temos de manter debaixo de olho? É Hamilton. E continuará a ser Hamilton este ano."

Mas lonso não marginalizou Vettel, chegando mesmoa a elogiar o alemão da Red Bull-Renault:

"Não estou a dizer que ele não é o piloto mais forte. Em 2011, ele teve um desempenho fantástico. É verdade que o carro estava muito à frente de todo os outros, a Red Bull conseguiu primeiros e segundos lugares de forma consistente e, quando o carro é bom, há a tendência de relaxar em algumas corridas."

"Mas lembro-me de algumas provas difíceis em 2011, com condições meteorológicas instáveis, nasd quais Vettel não cometeu um único erro. Como é evidente, houve momentos nestes três anos em que ele foi melhor do que todos e mereceu esses três títulos."

De volta a Hamilton que para muitos, por ter trocado a McLaren-Mercedes pela Mercedes GP, deixou de ser favorito, Alonso reforçou:

"Tenho certeza de que ele poderá vencer. É um super piloto, porque venceu em todos os anos com qualquer carro: venceu em 2007 e 2008. Em 2009, a McLaren começou cerca de dois segundos de desvantagem e Hamilton conseguiu vencer. E o mesmo aconteceu em 2010. No ano passado, Nico [Rosberg] venceu na China com a Mercedes. Asssim, acho que Hamilton conseguirá vencer mais de uma corrida."

"Não sou bom em política"

Alonso contestou depois as afirmações de Marko: "Acho que não sou muito bom a fazer política. Eu só piloto carros. Fiquei surpreendido com essas declarações, mas creio que se tratou de algo um pouco confusas, sem sentido."

"Eles dizem que não ouviram e que não falaram. Afirmaram que não foram influenciados pelo que nós dissemos, mas essas declarações significam que eles ouviram ou alguém acordou à noite e leu os comentários, porque eles tiveram de se acalmar", acrescentou o espanhol.

"Os comentários foram um pouco confusos, sem qualquer controlo real. Portanto, acredito que não devemos prestar muita atenção ao que foi dito", encerrou.

Posts Relacionados