Kubica descarta regresso à F1

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012


Já passaram quase dois anos desde que Robert Kubica sofreu um violento acidente durante um rali em Itália, e o polaco nunca escondeu que anseia por um rápido regresso ao automobilismo.

No entanto, o piloto de 28 anos diz que é quase impossível voltar a sentar-se ao volante de um monolugar. Tudo porque o acidente, em fevereiro de 2011, afetou os movimentos do braço direito de Kubica, impedindo-o de guiar um sempre exigente Fórmula 1.

"Se conseguir voltar a mexer o braço normalmente há uma hipótese de voltar a competir mas, nos próximos tempos, isso não vai acontecer de certeza. Se fosse apenas uma questão de força, a musculação resolvia isso, mas o problema é a mobilidade do cotovelo e do punho. Fiz várias operações, mas não houve nenhuma melhoria", afirmou o polaco, em declarações citadas pelo site "autoweek.com".

Com um currículo que inclui cinco épocas na categoria rainha do automobilismo (entre 2006 e 2010), Kubica participou em 76 corridas, com o saldo de 12 pódios, uma pole-position e uma vitória. Feitos que o piloto gostava de repetir.

"Tenho muitas saudades de correr. É esse o meu grande problema. Quando faço um rali ou alguns testes, não penso muito nisso. Mas quando estou em casa depois de uma corrida de Fórmula 1, penso que a minha vida é monótona", referiu..

Posts Relacionados