Briatore: "O único que ajudou a Ferrari no Brasil foi Webber"

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012


Flavio Briatore criticou o comportamento de Michael Schumacher no GP do Brasil, último da temporada 2012, em que Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) se sagrou campeão, por achar que o piloto da Mercedes GP poderia ter feito mais, sobretudo porque se deixou ultrapassar pelo compatriota que se sagrou campeão, com três pontos de vantagem sobre Fernando Alonso (Ferrari).

"Esperava um final de corrida ligeiramente diferente da parte dele. A forma como se portou não foi a melhor. Schumacher queria mesmo que a Red Bull vencesse a Ferrari", afirmou Briatore, que em 1994 levou o alemão para a Benetton, escuderia que dirigia.

Já sobre o piloto que representa, Mark Webber, Briatore sublinhou que o australiano da Red Bull-Renault "foi o único que ajudou a Ferrari" no circuito de Interlagos.

A declarações do italiano surgem na sequência de Luca di Montezemolo ter ordenado uma investigação interna à Ferrari, escuderia à qual Briatore tem vindo a ser apontado como futuro diretor.

Posts Relacionados