Tática da Ferrari aprovada

quarta-feira, 21 de novembro de 2012


Massa caiu cinco lugares na largada de Austin por trocar de caixa de velocidades.

A Red Bull e a McLaren optaram por não fazer críticas ao expediente da Ferrari no Grande Prémio dos Estados Unidos. A equipa italiana decidiu “fazer de conta” que ia trocar a caixa de velocidades do F2012 de Felipe Massa (quebrando o selo colocado pela FIA), criando assim uma penalização ao brasileiro de 5 lugares na grelha de partida. O objetivo, conseguido, era “puxar” Alonso para um lugar acima, partindo o espanhol do “lado bom” da pista.

“Está nos regulamentos e a equipa aproveitou-os para uma opção tática. Acabou por funcionar e embora fosse algo cruel para o Felipe, a prioridade deles é o Fernando”, comentou Chris Horner, diretor da Red Bull, recusando a ideia de uma resposta similar com Mark Webber. “Depois alguém podia fazê-lo também e quando déssemos por isso, Alonso estaria na primeira linha.”

Martin Whitmarsh, diretor da McLaren, seguiu lógica idêntica quando o autosport.com o questionou sobre o mesmo tema. “São as equipas e os diretores que tomam as decisões. Foi duro, mas ficou bem claro que eles [Ferrari] estão focados em Fernando Alonso”, disse Whitmarsh, lembrando que nos tempos em que o espanhol estava na McLaren este género de táticas não era utilizado pela equipe.

Posts Relacionados