Fernando Alonso: "Não tenho nada a perder"

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


Arranca esta sexta-feira o Grande Prémio Brasil, última prova do Mundial, na qual todas as atenções estarão centradas no duelo pelo título entre Sebastian Vettel e Fernando Alonso. Apesar de estar a 13 pontos do alemão, o espanhol acredita que tudo pode acontecer no circuito Interlagos, em São Paulo.

"Não depende de nós, por isso não há muito a fazer. A única coisa que pode acontecer é que ganhemos algo. Não tenho nada a perder. Se ele [Vettel] vencer, muito bem, tentaremos de novo no próximo ano", disse, esta quinta-feira, o piloto da Ferrari, na conferência de imprensa da FIA.

A primeira meta de Alonso, explicou, passa por "subir ao pódio para garantir ao menos 15 pontos" e esperar por uma 'escorregadela' do alemão da Red Bull.

De qualquer forma, o bicampeão do Mundo (2005 e 2006), de 31 anos, assume que "será difícil" roubar o título a Vettel. "Se tudo correr normalmente, terminaremos em 2.º. O destino não está nas nossas mãos, por isso há menos pressão", considerou.

Para Fernando Alonso existe ainda a possibilidade de fazer história, tornando-se no piloto mais jovem de sempre a conquistar o terceiro título na Fórmula 1 - até à data Ayrton Senna -, feito que, no entanto, não tira o sono ao espanhol. "Tenho 31 anos e em três épocas ao serviço da Ferrari, cheguei duas vezes à última prova com hipótese de conseguir o título, mas tivemos problemas que não conseguimos dominar. Continuarei na Ferrari nos próximos 4 ou 5 anos, no mínimo, pelo que haverá forçosamente outras ocasiões [para alcançar o 3.º título mundial]", concluiu.

Os primeiros treinos livres para o GP Brasil arrancam às 10h locais (12h portuguesas) de sexta-feira, no circuito Interlagos.

Posts Relacionados