Safety Car origina teoria da conspiração na Red Bull

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A Red Bull ainda não digeriu os acontecimentos do Grande Prémio da Europa, disputado este fim-de-semana em Valência. Na base das suspeitas está a entrada do safety car, após o acidente entre Jean-Éric Vergne e Heikki Kovalainen, situação que "destruiu" a vantagem de 20 segundos que Vettel detinha naquela fase da prova.

Na opinião de Helmut Marko, conselheiro da equipe, a entrada do safety car terá sido "estudada" de modo a "juntar o pelotão de novo", algo que beneficiaria o espectáculo, já que o alemão estava mais do que encaminhado para o triunfo.

"Vettel estava tão à frente, então o pelotão voltou a ficar junto, simplesmente como eles fazem no automobilismo americano", lançou Marko, em declarações à imprensa alemã, aludindo ao que sucede na Fórmula Indy.

Para azar do alemão, o abrandar da marcha acabaria por ter consequências no seu Red Bull, já que uma volta depois acabaria por ver o seu motor partir, devido a um problema no alternador. Fernando Alonso, em Ferrari, acabaria por vencer a prova.

Posts Relacionados