Possível suborno de Ecclestone pode fazer a Mercedes deixar a Fórmula 1

quarta-feira, 27 de junho de 2012

A denúncia feita pelo banqueiro alemão Gerhard Gribkowsky de que teria recebido suborno de Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, pode causar consequências na categoria. De acordo com reportagem do jornal de negócios Handelsblatt, da Alemanha, a Mercedes pode deixar a F1.

De acordo com o jornal, o estatuto da montadora alemã não tolera “práticas imorais ou pessoas corruptas em seus empregados ou parceiros de negócios”. A Mercedes estaria acompanhando de perto o caso e, caso as denúncias se confirmem, poderia deixar a categoria.

A escuderia alemã dos pilotos Michael Schumacher e Nico Rosberg já ameaçou deixar a categoria neste ano após ser anunciado que a Ferrari, a Red Bull e a McLaren receberiam uma quantia maior de dinheiro no Pacto de Concórdia, acordo comercial entre as equipes e a categoria chefiada por Ecclestone. O dirigente, na ocasião, chegou a afirmar que duvida que a equipe deixe a Fórmula 1.

Posts Relacionados