Moto 1000 GP: vitória de Rafael Bertagnolli na GP 600 em Interlagos

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Foi gaúcha a primeira vitória da temporada 2012 do Moto 1000 GP. O piloto Rafael Bertagnolli, da cidade de Santa Maria, dominou de ponta a ponta a primeira etapa da categoria GP 600, neste domingo (17) em São Paulo, em sua estreia na competição. A prova consolidou a primeira participação do piloto da Bertagnolli Racing no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos. Carlos Colocci e Cayto Trivellato foram segundo em terceiro.

Bertagnolli comemorou o resultado com efusividade, ainda na pista. “Ganhar em Interlagos na primeira vez em que corro aqui, logo na minha quarta corrida de motos, é sensacional. Não tenho palavras. Só tenho a agradecer à minha equipe, que trabalhou na moto até tarde da noite”, atribuiu, identificando a largada como um dos pontos fundamentais. “Fazer o S do Senna na frente foi importante. Depois, foi só abrir. Achamos o acerto da moto”, festejou.

A atuação segura na primeira curva de corrida foi, também, estratégia pré-definida como decisiva por Colocci, segundo colocado. “Fiz bem a primeira curva e continuei atrás do Rafael, mas não consegui acompanhar o ritmo dele”, falou o piloto da SBK Rio. “E é importante nós, pilotos, deixarmos claro o nosso agradecimento aos organizadores do Moto 1000 GP, que abriu espaço para a GP 600. Com isso, em âmbito nacional, temos um destaque”, falou.

Segundo colocado no grid, Bertagnolli assumiu a liderança na largada e, na primeira volta, abriu mais de três segundos de vantagem sobre Colocci, enquanto o pole-position André Veríssimo perdia posição a ponto de completar a primeira volta em 11º para, na volta seguinte, tomar o caminho dos boxes – a equipe sanou o problema na embreagem da Kawasaki ZX6R e o piloto voltou à pista em busca de uma corrida de recuperação.

Bertagnolli abria cada vez maior na liderança. Trivelato, que dava início aos ataques à segunda posição de Colocci, acabou saindo da pista na quinta volta e perdeu contato com o adversário. André Luiz Duarte sofreu uma queda na curva do Laranjinha e abandonou a disputa, que chegava à metade com os cinco primeiros colocados tratando de administrar as vantagens conquistadas até então em relação a seus adversários mais próximos.

Logo após o pódio, a direção de prova anunciou acréscimo de 10 segundos ao tempo de prova de dois pilotos, por terem feito ultrapassagens sob bandeira amarela. Isso ocorreu durante o atendimento médico a Felipe Todeschini, que caiu na subida que leva à curva Bico de Pato e foi socorrido no local. Gustavo Cicarelli, que largou em último e foi ao pódio em terceiro, passou a ser quinto no resultado oficial. Veríssimo, mesmo punido, manteve o 15º lugar.

Com a punição a Cicarelli, Cayto Trivelatto herdou a terceira posição e Diego Nunes Moysés ficou em quarto. Depois de 12 voltas, o resultado final da primeira etapa da categoria GP 600 no Moto 1000 GP foi o seguinte:

1º) Rafael Bertagnolli Hormercher (RS/Bertagnolli Racing), Honda CBR 600 RR
2º) Carlos Eduardo Colocci (RJ/SBK Rio), Yamaha YZF R6, a 13s522
3º) Cayto Trivellato (SP/Perfect Motors), Triumph 675 Daytona, a 31s465
4º) Diego Nunes Moysés (MG/BH Racing), Yamaha YZF R6, a 32s971
5º) Gustavo Cicarelli (SP/Errera Racing Spor), Aprilia RSV4 APRC, a 41s465
6º) Felipe Guimarães Caporali (ES/SBK Rio), Honda CBR 600 RR, a 43s148
7º) Edson Luís Barbosa (SP/Fast Riders), Yamaha YZF R6, a 46s634
8º) Fábio Teixeira Neto (MG/BH Racing), Yamaha YZF R6, a 1min05s134
9º) Thiago Filipe Fonseca (PE/KF Corval Racing Team), Kawasaki ZX 6R, a 1min05s922
10º) Edson Fibla (SP/RF Racing), Honda CBR 600 RR, a 1min07s459
11º) Glaucus Vinicius Silva (SP/Gigante Racing Team), Kawasaki ZX 6 R, a 1min26s018
12º) Fernando Lira Júnior (PE/KF Corval Racing Team), Honda CBR600RR, a 1min32s784
13º) Diego Guimarães de Faria (MG/BH Racing), Honda CBR 600 RR, a 1min38s929
14º) Fabrício Castro (MG/BH Racing), Honda CBR 600 RR, a 1 volta
15º) André Veríssimo Cardoso (SP/K10), Kawasaki ZX6R, a 1 volta
NÃO COMPLETARAM
Felipe Todeschini (SP/K10), Kawasaki ZX10R, a 4 voltas
André Luiz Clementino (SP/K10), Kawasaki ZX 6 R, a 9 voltas
Luís Rodrigo Esteves de Souza (PE/KF Corval Racing Team), Honda CBR 600 RR, a 9 voltas
Lucas Moysés (MG/BH Racing), Honda CBR 600RR, a 12 voltas
Melhor volta: Bertagnolli, na 6ª, 1min49s089, média de 142,199 km/h

Posts Relacionados