Ferrari desmente que paga 30 milhões por ano a Alonso

quinta-feira, 21 de junho de 2012

O diretor da escuderia Stefano Domenicali mostrou-se muito desagradado quando foi convidado pela agência EFE a esclarecer o assunto, levantando pelo jornal britânico "The Times".
"Li o artigo, que é, simplesmente, falso e ridículo. Não corresponde corresponde de forma alguma ao nível de investimento da Ferrari na F1. É fácil falar sobre dinheiro, mas as pessoas enganam-se muitas vezes, algumas delas de propósito", disparou o italiano, em direção a um alvo indistinto.
A ideia da EFE era comparar Alonso com Michael Schumacher e, no que toca a salários, já se viu que a Ferrari investe menos no espanhol do que fez no alemão.
As palavras de Domenicali indicam até que a "Scuderia" paga menos por um nível de qualidade igual:
"Alonso é impecável e minucioso no trabalho com os engenheiros e uma referência para toda a equipa. Tem muito em comum com Michael do ponto de vista profissional. Ele é muito bom. Não podemos pedir mais. O seu nível de competição é fantástico, assim como sua atitude."

Posts Relacionados