F-Truck: Piquet sofre acidente espetacular na etapa de Goiânia

segunda-feira, 4 de junho de 2012

O acidente sofrido por Geraldo Piquet na 17ª volta do GP Petrobras proporcionou a imagem mais espetacular da corrida, disputada neste domingo (3) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, e válida pela quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O piloto brasiliense da ABF/Mercedes-Benz teve seu caminhão destruído na sequência de capotagens e saiu da cabine praticamente ileso, com uma contusão no braço.

Piquet disputava posição com o goiano José Maria Reis. Na frenagem para o “S” de baixa velocidade, seu caminhão escalou a traseira do Scania de Reis e capotou. “Ele freou um pouco antes, não tive para onde ir. Se desviasse para a esquerda, iria atingir a cabine dele. Foi coisa de corrida”, falou o piloto. “Os médicos levantaram a suspeita de fratura no meu cotovelo, mas foi só uma luxação”, esclareceu, com o braço direito imobilizado.

O piloto contou que não sofreu maiores sustos durante o acidente. “Foi tudo muito rápido, mas fiquei tranquilo, sabia que estava tudo bem. Agora, só o que eu tenho na cabeça é a dúvida quanto à próxima etapa”, falou, em alusão à quinta etapa da temporada, marcada para dia 8 de julho no circuito paulista de Interlagos. “Vamos ter que fazer um caminhão novo. Não sei se fica pronto a tempo para a etapa de São Paulo. Torço para que fique”.

Piquet viveu um dia conturbado em Goiânia. Um problema verificado durante o warm up, pela manhã, obrigou a equipe ABF/Mercedes-Benz a trocar o motor de seu caminhão. O trabalho foi concluído quanto os outros 22 pilotos já estavam posicionados no grid – integrantes de outras equipes auxiliaram os mecânicos para que o caminhão fosse à pista na corrida. O brasiliense largou dos boxes, em último, e se lançou uma corrida de recuperação.

A Mercedes-Benz conquistou dobradinha na corrida em Goiânia, com a vitória de Leandro Totti e o segundo lugar de Wellington Cirino, ambos pilotos do Paraná. O pernambucano Beto Monteiro, da Scuderia Iveco, terminou em décimo e manteve-se na liderança da competição com 87 pontos. Cirino, com 60, está na vice-liderança, dois pontos à frente do paulista André Marques, da RM Competições/MAN-Volkswagen, que abandonou a etapa goiana.






Posts Relacionados