F-Truck: Piquet se diz 100% recuperado e reafirma aposta na vitória

terça-feira, 26 de junho de 2012

O impressionante acidente sofrido em Goiânia no dia 3 de junho, na quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, já é passado para Geraldo Piquet. Plenamente recuperado das lesões que sofreu, o brasiliense da ABF/Mercedes-Benz já estabelece suas expectativas para a quinta corrida da temporada 2012, que será disputada no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo, no dia 8 de julho.

Piquet, na etapa goiana, capotou seu Mercedes-Benz depois de uma batida na traseira do Scania de José Maria Reis. "Eu vinha atrás do José Maria havia umas três voltas. Acho que ele tinha alguma coisa errada no caminhão dele, vinha um pouco mais lento. Ele diminuiu a velocidade antes, eu tentei frear o meu freio travou, a imagem da tevê não mostra isso. Só tive tempo para desviar da cabine dele", relembra o piloto.

O acidente rendeu a Piquet uma luxação no cotovelo direito, lesão da qual já está recuperado. "Fisicamente, estou cem por cento pronto para correr em Interlagos. Agora é esperar para ver como vai ficar o caminhão. A cabine e o santantônio foram substituídos, o chassi passou por reparos. A equipe está finalizando detalhes, coisas como a pintura, mas só vamos testar as condições do caminhão nos treinos em Interlagos", diz.

O acidente em Goiânia não muda a postura ou o estilo de pilotagem, segundo Piquet. "Na verdade, nem foi o meu acidente mais grave. Esse foi um pouco mais hoolywoodiano, teve a capotagem, o fogo, tudo, mas em 2007 eu tive um acidente na etapa de Tarumã que, mesmo não tendo uma imagem tão espetacular, me expôs a um risco bem maior, felizmente não aconteceu nada. Isso faz parte da nossa profissão, né?", ele comenta.

A etapa de Interlagos é aguardada por Geraldo Piquet como uma real oportunidade de vitória. "Assumindo que o caminhão vá voltar no mesmo nível de performance, brigo pela vitória. Fiquei fora das duas primeira etapas, voltei em Caruaru com um quarto lugar, e Goiânia, com exceção desse acidente, foi uma etapa muito positiva para a equipe. Estive sempre entre os mais rápidos, essa corrida teria sido um outro pódio para nós", supõe, convicto.

Dono do quarto lugar no grid goiano, Piquet teve de largar dos boxes para a corrida, depois de todos os demais pilotos, por conta de um problema mecânico verificado horas antes da largada. "Saí lá de trás e estava em décimo na hora da batida. Já tinha passado o Fred, ou seja, é sinal de que estaria no pódio", falou, citando o campineiro Fred Marinelli, que levou o caminhão Iveco da Marinelli Competições ao quarto lugar na corrida.

"Nossa fase é boa. A essa altura, a situação quanto ao campeonato é muito complicada, mas isso não diminui o foco do trabalho. Vamos perseguir a vitória, ou mais que uma vitória. Ainda temos seis etapas pela frente para isso", finaliza Piquet. A etapa de Interlagos, quinta do Brasileiro, será também a terceira e penúltima do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck. A prova colocará em disputa o Grande Prêmio Petrobras.

Posts Relacionados