F-Indy: GP de Milwalkee traz desafio extra aos pilotos

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Oval de uma milha tem pouca inclinação e baixa aderência, o que exige grande concentração dos pilotos durante as 225 voltas da corrida

Pela primeira vez na temporada os pilotos da Fórmula Indy encaram um circuito oval de características distintas das encontradas até agora em Indianápolis e no Texas. Embora diferentes entre si (um tem 2,5 milhas e o outro 1,5 milha com bastante inclinação da pista), as médias de velocidade por volta eram bastante parecidas. E a partir desta sexta-feira (15), o Milwalkee Mile recebe a oitava etapa da temporada. A corrida acontece amanhã (sábado, 16).

"É uma grande mudança, até mesmo na velocidade. Até agora vínhamos andando a 215, 217 milhas por hora como foi no Texas, e aqui andamos a 170, apesar de estarmos acelerando tudo no treino classificatório e algumas vezes até na corrida", destaca Scott Dixon, vice-líder do campeonato. "Dá a impressão de que estamos mais lentos, mas isso desaparece quando chegamos nas curvas. É uma pista ondulada, de pouca aderência, mas é sempre muito quente quando corremos aqui", afirma o piloto da Ganassi-Honda.

Já o australiano Ryan Briscoe, da Penske-Chevrolet, destaca o principal fator determinante para um bom desempenho em "The Mile": a pilotagem. "É um circuito onde a pilotagem conta muito e os acertos de classificação e corrida são completamente diferentes. Com 50 voltas você passa a sofrer com um sério desgaste de pneus, a pista junta muita sujeira dos lados externos. O piloto tem que ser esperto, tentar se manter longe de confusão e ter muita paciência, que é o que mais conta em Milwalkee. Esta pista é um grande desafio", afirma o piloto.

Seu discurso é endossado pelo norte-americano Ed Carpenter. "Classificar e correr em Milwalkee são duas coisas totalmente diferentes. Primeiro você precisa de um carro muito rápido, e depois de um que seja bom por uma longa série de voltas, e que gaste pouco os pneus. A pista é pequena, apertada

Classificar e correr em Milwalkee são duas coisas totalmente diferentes. Primeiro você precisa de um carro muito rápido, e depois de um que seja bom por uma série longa de voltas, que gaste pouco os pneus. A pista é pequena e apertada, mas mesmo assim oferece muitas chances de ultrapassagem", destacou.

O GP de Milwalkee da Fórmula Indy terá transmissão ao vivo pela Band e Bandsports a partir das 14h30 (de Brasília) deste sábado (16).

Programação (horário de Brasília):
SEXTA-FEIRA (15.jun)
12h00 - 12h30: 1º Treino Livre (Grupo A*)
12h30 - 13h00: 1º Treino Livre (todo o grid)
15h15 - 16h15: 2º Treino Livre
18h00 - 19h15: Treino Classificatório

SÁBADO (16.jun)
14h30: Largada - 225 voltas

Posts Relacionados