Moto 1000 GP: equipe carioca terá sete pilotos na pista

quinta-feira, 31 de maio de 2012


A participação dos pilotos cariocas será um dos destaques do Moto 1000 GP na temporada de 2012. Sete competidores do Rio de Janeiro confirmaram participação nas oito etapas pela equipe SBK Rio. Eles estão inscritos com motocicletas Ducati, Kawasaki, Honda e BMW. O campeonato terá o início de suas disputas no dia 17 de junho com rodada dupla no autódromo paulista de Interlagos, colocando em disputa o Grande Prêmio Petrobras.



A SBK Rio será composta por Helder Shad e Babi Paz, que integram a Babi & Shad Racing Team, além de Victor Braga, Carlos Fernandes Colocci, Nelson Gonçalves, Rodrigo Sampaio Soares e Carlos Alberto Moura. “Somos uma equipe em que todos os pilotos treinam juntos, são parceiros. A estrutura da equipe permite que todos participem das corridas no Brasil inteiro. Está tudo certo, agora é só treinar e acertar as motos”, comenta Helder Shad.

Inscrito com a BMW S1000RR, em que manterá seu tradicional número 116, Shad mostra empolgação para as oito etapas de 2012. “Poder disputar um campeonato nacional com uma BMW modelo 2012 é um presente de Deus, foi Deus quem colocou esse equipamento e essa oportunidade na minha mão”, reverencia. “Agora vou para a pista disposto a acelerar e mostrar serviço”, diz o carioca, que assumiu a tarefa de organizar a equipe com sete integrantes.

A SBR Rio é uma das equipes diretamente beneficiadas pelo sistema de inscrição anual implantado pelo Moto 1000 GP com taxa subsidiada. Com sete pilotos, a equipe assegura taxa de inscrição de R$ 800 para todas as etapas, o que perfaz um total de R$ 100 por corrida. A título de comparação, para pilotos que inscritos individualmente, a taxa para todo o campeonato é de R$ 3.000, com decréscimo gradativo que acompanha o número de inscritos por equipe.

A experiência no Moto 1000 GP será inédita para cinco pilotos da SBK Rio. Dois deles foram à pista em 2011 na etapa final, no Rio de Janeiro, ambos pela categoria GP Light. Nelson Gonçalves obteve o terceiro lugar na primeira corrida daquela rodada dupla. Carlos Moura conquistou um décimo e um oitavo lugar. A pista do Rio, segundo o calendário, vai receber as duas últimas etapas de 2012, no dia 2 de dezembro, compondo mais uma rodada dupla.

CALENDÁRIO
A temporada do Moto 1000 GP terá oito etapas: 17 de junho – Interlagos (SP), rodada dupla; 22 de julho – Brasília (DF); 19 de agosto – Curitiba (PR); 23 de setembro – Santa Cruz do Sul (RS); 21 de outubro – Cascavel (PR); 2 de dezembro – Jacarepaguá (RJ), rodada dupla. A competição tem patrocínio de Petrobras e Lubrax, além de BMW Motorrad e Michelin, e apoio de Beta, Shoei, Servitec, Tutto Moto, Bell e W2 Boots.

Posts Relacionados