Mercedes-Benz Grand Challenge: campeões frisam evolução alcançada no primeiro ano de categoria

quarta-feira, 23 de maio de 2012

João e Márcio Campos voltam ao palco da primeira corrida da categoria avaliando crescimento conquistado em um ano.

Foi no Autódromo Internacional de Curitiba, nos dias 21 e 22 de maio do ano passado, que o Mercedes-Benz Grand Challenge teve as duas primeiras corridas de sua história. A primeira incursão do modelo C250 CGi Turbo nas pistas de corridas. A competição retorna nesta semana ao circuito paranaense, localizado na cidade de Pinhais, para as provas da segunda rodada dupla de 2012, que serão disputadas sábado (26) e domingo (27).

A primeira temporada teve como campeões os gaúchos João e Márcio Campos, dupla formada por pai e filho que reveza a pilotagem do carro número 31 da equipe Sicredi Racing. A campanha do título foi marcada, em 14 etapas válidas pelo campeonato, por cinco vitórias, dois segundos, três terceiros e dois quartos lugares. Em 2012, nas duas corridas realizadas em Santa Cruz do Sul em abril, os gaúchos somaram uma vitória e um segundo lugar.

A dupla campeã avalia que a evolução da equipe em um ano de história do Mercedes-Benz Grand Challenge foi notória. “Nossa principal conquista de um ano para cá foi justamente o entrosamento que a equipe construiu. Temos hoje uma equipe coesa, determinada, sincronizada e muito mais profissional”, considera João Campos, dono de seis títulos no automobilismo brasileiro. “O resultado disso é que, onde vamos correr, estamos bem”, frisa.

João destaca que o progresso tornou-se mais acentuado com a chegada à Sicredi Racing, ainda durante o campeonato de 2011, do engenheiro José Maria Fernandes, especialista em configurações técnicas que conferem mais equilíbrio ao carro. “Ele trouxe conceitos que aceleraram nossa evolução. Em Santa Cruz do Sul nós encontramos um caminho muito bom, que vai ajudar em todas as etapas deste ano. Estamos muito animados”, manifesta.

Márcio, que conquistou o título já em sua primeira temporada de atuação no automobilismo nacional, concorda. “Nós estamos entendendo muito mais do carro do que um ano atrás, conseguimos assimilar bem o carro e a dinâmica do campeonato, todo mundo na equipe está se comunicando de uma forma bem eficiente nesse sentido. As mudanças na equipe foram poucas, e todas elas deram um resultado prático satisfatório”, resume o piloto de 25 anos.

Foi em Curitiba, no ano passado, que Márcio teve uma de suas atuações mais marcantes no Grand Challenge, partindo da última posição no grid para conquistar a vitória. “Antes, na corrida extra-campeonato, eu estava liderando e tive um problema no carro. Espero que desta vez a gente chegue lá e consiga andar bem sem tantas emoções fortes”, diz, em tom de bom-humor. “Ficar ali no pelotão da frente para disputar a vitória é o ideal”, acrescenta.

João e Márcio Campos trabalham pelo bicampeonato do Mercedes-Benz Grand Challenge defendendo a equipe Sicredi Racing, que tem apoio de Icatu e Mapfre, seguradoras parceiras da Corretora de Seguros Sicredi. Os treinos livres serão realizados na sexta-feira (25). O treino classificatório e a primeira prova da etapa curitibana acontecerão no sábado, com largada às 13h15. A corrida de domingo (27) vai começar às 11h.

Posts Relacionados