Copa Montana: carros de férias; pilotos, não

terça-feira, 29 de maio de 2012

Para suprir o intervalo de mais de dois meses entre a última e a próxima etapa, pilotos buscam manter condicionamento em dia

A Copa Chevrolet Montana passa por um período de folga desde a etapa do Velopark, disputada no dia 6 de maio. Serão mais de dois meses de intervalo entre corrida em solo gaúcho e a etapa seguinte, em 15 de julho, no Rio de Janeiro. Mas, enquanto os carros descansam, a mesma coisa não pode ser dita dos pilotos.

Para enfrentar as temperaturas que beiram os 60ºC dentro dos carros, além de lidar com todas as dificuldades e necessidades que um equipamento de competição exige dos pilotos, é preciso um bom preparo físico e manter o condicionamento rigorosamente em dia, acompanhado de um dieta balanceada e dedicada.

"Acho que depois da corrida do Velopark, ficou mais nítido ainda a importância do preparo físico... Lembro que alguns pilotos saíram passando mau do carro, até com um pouco de dificuldade de conversar. Fica na cabeça como é uma responsabilidade mantermos o condicionamento e a estrutura usada para treinar também pode fazer a diferença", destaca Aluizio Coelho, que representa a Valeo Motorsports.

Para manter-se em dia com o corpo, o piloto de 38 anos possui um personal trainer especializado, que não dá vida fácil ao competidor, ainda mais neste período sem corridas, quando a distância do carro e da tensão das corridas acaba fazendo com que o atleta seja ainda mais exigido dentro da academia.

"Temos a parceria com a Academia 24 horas, o meu treinador Silviano Domingues que me treina a algum tempo, mas temos uma situação bem melhor, onde a motivação é grande, pois temos todos os recursos que precisamos para treinar e ficar a ponto de bala. Olhamos não somente para o lado da intensidade, mas para a qualidade de vida e longevidade do nosso trabalho como atleta. Fico extremamente contente em ter esse lado amparado."

Posts Relacionados