F-Truck: "rei de Caruaru", Giaffone prevê dificuldades na terceira etapa

terça-feira, 24 de abril de 2012

http://grelak.com.br/e-marketing/alta/856f9811f553d41e5b54370e6eeb3de2.JPGCampeão de 2011 atribui à sorte parte de seu retrospecto na pista que recebe a terceira etapa da Fórmula Truck

Dono de três títulos nacionais e mais um título continental na Fórmula Truck, Felipe Giaffone é um piloto que mostra disposição na busca por novos recordes. Vice-líder dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano, o paulista da RM Competições prepara-se para a voltar a atuar na pista onde construiu seu melhor retrospecto na categoria – o Autódromo Internacional Ayrton Senna, na cidade pernambucana de Caruaru.

Giaffone disputou cinco corridas em Caruaru pela Fórmula Truck, entre 2007 e 2011. Saiu vencedor de quatro delas e na outra, em 2010, foi segundo colocado, na vitória do seu então companheiro de equipe Valmir Benavides. O apelido “rei de Caruaru” que recebeu pelo retrospecto positivo é encarado com simpatia pelo piloto da RM Competições, embora ele já preveja dificuldades na etapa da primeira semana de maio.

“Os caminhões Constellation sempre se dão muito bem, lá, mas neste ano temos visto os Mercedes-Benz bem fortes, a gente percebe que mudou um pouco a condição do negócio”, pondera Giaffone. “A gente tem que pensar em ir lá para marcar um monte de pontos, mas ainda estamos correndo atrás do nível de competitividade que nossos caminhões tinham em 2011. Não temos o melhor caminhão para treinos”, ilustra.

Giaffone não lista apenas os caminhões Mercedes-Benz entre os que representam obstáculo real às suas pretensões. “Além da Mercedes, que estão fortes, tem o Roberval Andrade, que a gente conhece, o Beto Monteiro, que já ganhou lá e está em casa, por exemplo”, lembra, citando os pilotos da Scania e da Iveco, respectivamente. “Mas não há dúvida que, em classificação, os mais rápidos de todos são os Mercedes”.

O tricampeão brasileiro e campeão sul-americano descarta qualquer favoritismo. “Dessas vitórias todas lá em Caruaru, uma eu conquistei, ‘ganhei ganhado’. As outras aconteceram meio na base da sorte”, admite, revisando a série de etapas pernambucanas dos últimos cinco campeonatos. “Era um piloto que estava à minha frente e tinha o caminhão quebrado, ou saía da pista, e os resultados acabaram caindo no meu colo”.

A prova de 6 de maio em Caruaru terá em disputa o GP Bridgestone-Bandag. Será a terceira etapa do Brasileiro e segunda do Sul-Americano de F-Truck. Monteiro lidera os dois campeonatos. O pernambucano da Scuderia Iveco comanda a tabela nacional com 60 pontos, contra 34 dos vice-líderes Giaffone e André Marques, ambos da MAN-Volkswagen. Na competição continental, ele tem 30 pontos. Giaffone, vice, soma 22.

Posts Relacionados