Toro Rosso apresenta o STR7

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Novo modelo da Toro Rosso também leva degrau no bico do carro, tendência para a nova temporada. Foto: Getty Images
 
Terceira equipe a lançar o carro para a temporada 2012 da Fórmula 1 nesta segunda-feira, a Toro Rosso apresentou o STR7 no circuito espanhol de Jerez de la Frontera. O modelo é o sétimo desde que a equipe estreou na categoria e o terceiro fabricado totalmente pelo time, que comemorou a "independência" da Red Bull. 
 
Chefe da escuderia com sede em Faenza, na Itália, Franz Tost destacou durante o lançamento que o STR7 é o terceiro "desenhado, fabricado e armado completamente pela Toro Rosso". Até 2009, a equipe utilizava os mesmos chassis desenvolvidos pela Red Bull, que é acionista majoritária do time italiano.

O dirigente ainda apontou que foi investido muito dinheiro para criar a "infra-estrutura" da Toro Rosso graças aos "fortes parceiros" que conseguiu. Ele espera que "os resultados sejam bons na próxima temporada", quando a escuderia tentará melhorar o desempenho de 2011 - oitava colocada do Mundial de Construtores com 41 pontos.
Para 2012, o time terá uma dupla de pilotos renovada: o australiano Daniel Ricciardo, 22 anos, e o francês Jean-Éric Vergne, 21, substituirão o suíço Sebastien Buemi e o espanhol Jaime Alguersuari, que foram demitidos.

Segundo Tost, os novos pilotos são "altamente habilidosos". O diretor se disse convencido de que os dois realizarão "um trabalho muito bom" apesar da inexperiência: Ricciardo fará sua segunda temporada na F1 após estrear no ano passado pela Hispania, enquanto que Vergne debutará na categoria.

O novo veículo da Toro Rosso, que irá à pista pela primeira vez de forma oficial nesta terça-feira, nos testes coletivos de Jerez, aumenta uma tendência aerodinâmica observada para a próxima temporada.

O modelo, assim como os de Ferrari, Force India, Sauber, Lotus, Red Bull e Caterham, também leva um degrau na parte frontal - o chamado "bico de ornitorrinco", motivado pelo novo regulamento que determinou que a altura máxima do bico deve ser de 55 cm ao mesmo tempo em que manteve a altura do cockpit em 62,5 cm. Até aqui a McLaren é a única equipe a ter apostado em um bico convencional.

fonte: terra.com.br
Foto: Getty Images

Posts Relacionados