F-Truck: Londrina faz gestão por permanência no calendário

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O calendário da Fórmula Truck na temporada 2012 dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano será composto por dez corridas, nove das quais em autódromos do Brasil. A categoria já tem definição de oito autódromos que vão receber as corridas, mantendo à espera de definição a sede do sexto evento do ano. A cidade de Londrina, no Norte do Paraná, está entre as que pleiteiam a etapa, marcada para o dia 5 de agosto.

O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, esteve presente, na última quinta-feira (9), à festa de lançamento da temporada 2012, no Spaço Quatá, em São Paulo, e ratificou pessoalmente à presidenta da Fórmula Truck, Neusa Navarro, o esforço e a disposição do Município para consolidar ações que o mantenham no calendário da categoria – a última temporada em que Londrina não recebeu os caminhões mais rápidos do país foi a de 2006.

“A Fórmula Truck vem tendo um crescimento continuado em Londrina, o evento já faz parte da identidade da cidade, pela paixão do nosso público pela categoria. E o público não entenderia uma ausência da cidade no calendário”, justificou o prefeito. Ele relata ter viabilizado desde que assumiu o cargo, em 2009, um total de R$ 3 milhões em obras de reforma e melhorias da pista e das instalações do Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Barbosa Neto listou benefícios à Fórmula Truck para assegurar a etapa. “Propusemos à organização um espaço nobre na ExpoLondrina, que é uma das maiores feiras agroindustriais do país, para exposição de caminhões, além de um subsídio de 50% na taxa de uso do autódromo, 40 apartamentos de hotel para a equipe do evento e um plano de mídia viabilizado pela prefeitura para divulgação da corrida em Londrina e na região”, enumerou.

O prefeito esteve no evento festivo da Fórmula Truck acompanhado do diretor da Companhia de Desenvolvimento de Londrina, Marcus Von Borstel. Declaradamente “apaixonado pela Truck”, ele acompanha a categoria há 15 anos e é considerado um embaixador informal da cidade no evento. “A minha função é apoiar, divulgar e trabalhar pelo crescimento da corrida em Londrina, que vem num crescente de importância ano após ano”, definiu.

Receptiva ao empenho manifestado pelo prefeito Barbosa Neto, Neusa Navarro ponderou as necessidades da Truck. “O empenho de Londrina merece aplauso. A condição proposta pelo prefeito é positiva, sempre fomos muitíssimo bem recebidos em Londrina. A opção para corrida de agosto é Cascavel, que está revitalizando seu autódromo e que trabalha para ter a reinauguração com a prova da Fórmula Truck”, expôs a presidenta da categoria.

Neusa Navarro frisa que a alternância de praças atende os interesses dos patrocinadores do evento. “É importante para a Fórmula Truck buscar sempre novas praças, e isso não quer dizer que não vamos voltar a Londrina caso a corrida de agosto não aconteça lá. Nada impede que nesse ‘rodízio’ o autódromo de Curitiba fique fora em 2013 para termos as etapas do Paraná nas pistas de Cascavel e de Londrina”, exemplificou.

Posts Relacionados