F-Truck: Satisfeito com bom momento, Leandro Totti foca busca pelo título

sábado, 21 de janeiro de 2012

A temporada de 2012 será a décima de Leandro Totti na Fórmula Truck. O piloto paranaense, que estreou na categoria em 2003, enaltece a chance que vê de figurar diretamente na disputa pelos títulos dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano. A primeira etapa das duas competições vai acontecer em 4 de março no Autódromo Internacional Velopark, na cidade gaúcha de Nova Santa Rita. Totti vai defender a ABF Desenvolvimento Team.

A evolução técnica da equipe em 2011, sobretudo na segunda metade do campeonato, é o trunfo apontado por Totti para ilustrar o otimismo com que espera o início da temporada. “Vejo uma condição muito boa para poder tentar o título, e o meu foco está no título, e não em conseguir vitórias”, aponta o piloto de 34 anos. “Nem sempre quem ganha corridas é campeão, você depende de resultados, e eu vou buscar resultados para ser campeão”, avisa.

Totti estreou como piloto na Fórmula Truck na quarta etapa de 2003, em Brasília, pilotando um caminhão Volvo, substituindo o também londrinense Ernesto Pívaro Neto, que dias antes sofrera um acidente durante um treino com carros de turismo. No ano seguinte passou a pilotar um Ford, com o qual obteve suas quatro vitórias na categoria – em Campo Grande, Interlagos, Caruaru e Tarumã, uma por temporada, entre 2004 e 2007.

A parceria de Totti com a equipe Londrina Truck Racing durou até 2009. Em 2010, seu primeiro ano pilotando o Mercedes-Benz da ABF Desenvolvimento Team, destacou-se com o segundo lugar na etapa de Interlagos e o terceiro na de Curitiba. Foi oitavo no campeonato. Em 2011, marcou pontos em todas as etapas do Brasileiro e chegou à etapa final, em Brasília, com chances de fechar o ano em terceiro. Acabou como sétimo colocado.

“Em Brasília eu estava em segundo na corrida, foi quando tive problemas e fiquei fora da corrida. Mas, para um campeonato que começou complicado para nós, porque os patrocinadores apareceram já na metade do campeonato”, frisa. “O que possibilitou o nosso crescimento na segunda metade do campeonato foi isso, a chegada de patrocinadores. Agora é diferente, já começamos o ano com o apoio dessas empresas”, destacou o paranaense.

Posts Relacionados