F-Truck: Recordista de títulos, Cirino inicia temporada sem testes

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A preparação das equipes da Fórmula Truck para a temporada 2012 dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano revela métodos e opções bem distintos. Enquanto várias delas agendam testes de desenvolvimento dos caminhões para as 10 corridas do ano, outras focam o trabalho em suas oficinas. É este o caso da ABF Competições/Mercedes-Benz, que pela 12ª temporada consecutiva terá o paranaense Wellington Cirino como piloto.

Cirino é o recordista de títulos da Fórmula Truck. Foi campeão brasileiro em 2001 – seu primeiro ano defendendo a Mercedes-Benz –, 2003, 2005 e 2008. Seu primeiro contato com o caminhão número 6 numa pista em 2012 deverá acontecer só na programação de treinos livres para a primeira corrida, marcada para dia 4 de março no Autódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita (RS), que valerá tanto pelo Brasileiro quanto pelo Sul-Americano.

“Não é que a gente não precise treinar, é uma questão de opção”, explica o único tetracampeão da categoria. “A equipe está focada na desmontagem e na revisão completa dos dois caminhões. E também na estruturação, no novo layout. O trabalho na oficina não para, e é forte”, atesta o piloto, que estreou na Truck em 1999. Ele detém também o recorde de pole-positions, com 26, e detém o segundo maior número de vitórias, com 21 primeiros lugares.

A campanha de Cirino no Brasileiro do ano passado foi iniciada com o segundo lugar na etapa do Rio de Janeiro, que teve seu companheiro de equipe Geraldo Piquet como vencedor. Abandonou a corrida seguinte, em Caruaru, mas reagiu com a vitória em Goiânia. A partir de então, pontuou apenas em sétimo em Goiânia e amargou problemas que o levaram a abandonar as três últimas etapas, em Guaporé, Curitiba e Brasília.

“Tivemos um equipamento forte e muito competitivo durante todo o ano, sempre estivemos entre os primeiros colocados, uma prova disso é que a pole da última corrida, em Brasília, foi minha”, lembra o piloto paranaense. “Temos um caminhão campeão, agora precisamos trabalhar na consistência do equipamento, e eu sei que esse trabalho está em ótimas mãos. Estou bem confiante que 2012 possa ser o ano do penta”, anima-se.

Posts Relacionados